The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS CADETES E OFICIAIS
DAS ESCOLAS CENTRAIS ANTI-INCÊNDIO

Quarta-feira, 15 de Novembro de 1978

 

Caros jovens

Da melhor vontade satisfaço os desejos que me expressaram os vossos Superiores de me deter neste Pátio de São Dâmaso convosco, Alunos das Escolas anti-incêndio de Roma, para vos dirigir, seja embora brevemente, a minha palavra de satisfação e de aplauso por aquilo que "sois" e por aquilo que "fazeis":

— Vós "sois" jovens entusiastas e generosos que desejais testemunhar ao novo Papa, como já os vossos companheiros mais antigos fizeram em anos passados com o meu venerado Predecessor Paulo VI, a vossa fé em Deus e a vossa confiança na Igreja. Por isto vos apresento agradecimentos e vos expresso toda a minha simpatia e solidariedade.

— Vós "fazeis" exercício para vos adestrardes, na disciplina do corpo e do espírito, para prestar à comunidade um precioso serviço para a defesa e a incolumidade dos cidadãos, embora à custa de graves perigos; pois bem: sabei unir ao exercício das virtudes humanas, próprias da vossa futura profissão, o ideal nobre e nobilitante que vos faz reconhecer, no irmão em perigo ou carecido de auxílio, o próprio Cristo (cfr. Mt. 25, 31-45).

Desejo também que, voltando às vossas casas no termo do vosso tirocínio, ponhais em prática todas estas boas intenções na vida, tanto privada como pública: na formação da vossa futura família, em que já sonhais, e na vossa inserção na sociedade como bons e honestos cidadãos, amantes do progresso, da justiça, da paz e do respeito mútuo.

Com estes votos, saúdo e agradeço de novo aos Oficiais do Comando, ao Capelão-chefe e a todos vós, caros jovens, que sois a esperança da Igreja e da sociedade, e a todos concedo a minha Bênção, que desejo tornar extensiva aos vossos amigos, aos vossos parentes e às pessoas de família que vos são mais queridas.

 

© Copyright 1978 - Libreria Editrice Vaticana

 

top