The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
A UM GRUPO DE JOVENS PEREGRINOS IRLANDESES

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 1979

Queridos jovens

Fizestes uma grande caminhada a pé: da Irlanda até Roma! Dedicastes a viagem à causa da caridade, na esperança de prestar ajuda às crianças necessitadas.

O Papa sente-se feliz em ver-vos esta manhã, em dar-vos as boas-vindas ao Vaticano, e em vos confirmar no vosso amor cristão, como também na fé que está, no fundamento de toda a virtude.

Sede imensamente reconhecidos pela vossa fé católica e apostólica. E enorme dom de Deus, concedido aos vossos antepassados e defendido através dos séculos com grande generosidade e sacrifício.

E empenhai-vos decididamente em viver vidas que estejam em concordância com a vossa fé. Mantende o vosso interesse pelos outros, a vossa solicitude por aqueles que sofrem, a vossa dedicação por todos os vossos companheiros e companheiras, onde quer que se encontrem e quaisquer que sejam as suas convicções ou a condição de vida. Lembrai-vos como São João caracteriza toda a religião, como ele resume a vontade de Deus: O Seu mandamento é este: acreditarmos no nome do Seu Filho, Jesus Cristo, e amarmo-nos uns aos outros como Ele nos amou (Jo. 3, 23. 2).

Por outras palavras, queridos jovens, o que eu peço para hoje é: fidelidade e coerência. Sois chamados —  é a vocação de todos vós — a serdes fiéis à mensagem da verdade divina que recebestes. Devereis proceder de maneira coerente coro aquilo em que credes. Acima de tudo, esta coerência manifesta-se no amor: no amor pelos outros, generoso, disciplinado e desinteressado — a fim de cumprirdes o grande mandamento: Se Deus nos amou assim, também nós nos devemos amar uns aos outros (1 Jo. 4, 11).

E quando voltardes às vossas casas, transmiti a minha bênção aos que vos são queridos. A minha especial Bênção Apostólica destina-se a toda a Irlanda.

 

© Copyright 1979 - Libreria Editrice Vaticana

 

top