The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
POR OCASIÃO DA VISITA AO HOSPITAL PEDIÁTRICO
 DE ROMA « BAMBIN GESÙ
»

Domingo, 7 de Janeiro de 1979

 

Irmãos e Irmãs

Permiti agora, como conclusão desta visita pastoral ao Hospital "Bambin Gesù", que eu dirija simples e breves palavras de saudação e de ânimo a todos vós, que trabalhais, neste Instituto, para o alívio e a cura das crianças doentes.

Dirijo, em primeiro lugar, um pensamento cordial ao Senhor Comissário e a toda a Direcção administrativa e sanitária pela incansável actividade desenvolvida e pelos futuros programas que desejam pôr em execução para tornar este lugar de cura cada vez mais ajustado às modernas exigências sanitárias. Saúdo, em seguida, todos os médicos, os assistentes, as Irmãs e as vigilantes da infância. Nesta apraz-me ver um reflexo da acção taumaturga de Cristo, que dedicou tão grande parte do seu ministério à cura dos doentes e ao alívio dos aflitos.

E a vós, caros meninos internados neste Hospital, que direi eu? Dir-vos-ei que subi cá acima ao Gianicolo, de propósito por causa de vós: para ver-vos, para manifestar pessoalmente todo o afecto que tenho por vós e para trazer conforto aos vossos sofrimentos, que suportais ou por causa da doença ou por estardes separados dos vossos pais e da vossa casa. Peço na oração que depressa consigais restabelecer-vos e voltar a encontrar assim a alegria de viver no meio das vossas queridas pessoas de família.

Uma saudação particularmente afectuosa quero dirigir, também e com predilecção, a vós, pais e parentes dos pequenos internados, a vós que sofreis o drama da doença dos vossos queridos e que, com olhos implorantes, vos perguntais qual a razão da dor inocente. Sabei que não estais sós nem abandonados: vós não sofreis em vão. O vosso sofrimento configura-vos a Cristo, o único que dá sentido e valor a todos os actos da vossa vida.

Por fim, a todos — quantos, dentre vós aqui presentes, a um ou outro título frequentais este Hospital e vos aplicais às obras de misericórdia e de assistência espiritual e social — recordarei eu a promessa que o Senhor Jesus fez àqueles que O procuravam a Ele nos doentes: Adoeci e visitastes-me... sempre que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim mesmo o fizestes (Cf. Mt 25, 36.40).

Ao exprimir-Vos de coração a minha benevolência pelo serviço que prestais aos pequenos hospitalizados, exorto-vos a continuardes a vossa missão com fé cristã, que vos leva a descobrir no doente a imagem mesma de Deus, enquanto — em nome de Jesus Menino, que dá o nome a este Hospital, e da Virgem Santíssima, que invocais como "Saúde dos enfermos" — a todos concedo a minha especial Bênção Apostólica, extensiva também aos vossos familiares retidos em casa.

 

© Copyright 1979 - Libreria Editrice Vaticana

 

top