The Holy See
back up
Search
riga

VIAGEM APOSTÓLICA DO SANTO PADRE À TURQUIA

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
NA CHEGADA À ITÁLIA

Aeroporto de Fiumicino
Sexta-feira, 30 de Novembro de 1979

 

Com o coração ainda invadido por intensas emoções e trazendo na alma imagens inesquecíveis de lugares tornados queridos por venerandas tradições, piso novamente o solo da Itália.

Estou agradecido ao Senhor pela assistência que me concedeu também nesta peregrinação, realizada segundo duas peculiares "notas" da Igreja, a da apostolicidade e a da unidade. Estive, verdadeiramente a fazer uma visita a Sua Santidade o Patriarca Dimítrios I, a fim de prestar homenagem, juntamente com ele, ao irmão do apóstolo Pedro e para confirmar assim que a ascendência apostólica permanece indelevelmente inscrita sobre o rosto da Igreja como um dos traços salientes. Com esta viagem pretendi, além disso, testemunhar a minha firme vontade de prosseguir pelo caminho que leva à plena unidade de todos os cristãos e levar, ao mesmo tempo, um contributo para os homens se aproximarem entre si, no respeito daquilo que é essencial e profundamente humano.

Agora o meu pensamento dirige-se com viva gratidão às Autoridades turcas, que tanta gentileza quiseram demonstrar-me durante a minha estadia naquela Nação; ao querido Irmão, Sua Santidade Dimítrios I; aos Metropolitas, aos Bispos, ao Clero e aos Fiéis do Patriarcado ecuménico de Constantinopla, com quem tive a alegria de viver um momento significativo de comunhão na fé e na caridade: aos venerados Irmãos no Episcopado, aos Sacerdotes, ao Povo de Deus da Igreja católica que está na Turquia; e à inteira população turca que, entregando-se a espontâneas manifestações de simpatia me fez compreender o desejo de compreensão e fraternidade que existe no coração de cada homem.

Exprimo, agora, o meu reconhecimento, em primeiro lugar, ao Senhor Ministro do Interior, Dr. Virgílio Rognoni, pelas nobres palavras com que desejou expressar-me as boas vindas, em nome também do Governo e do povo italiano. Manifesto, em seguida, saudações e agradecimentos aos membros do Sacro Colégio, às Autoridades civis e eclesiásticas, como também ao Corpo Diplomático acreditado junto da Santa Sé. Em tão gentis presenças entrevejo os sentimentos de simpatia com que foi seguida esta minha peregrinação. Uma palavra especial de estima e reconhecimento quero, par fim, dirigir aos directores, aos pilotos e ao pessoal da Companhia Aérea, a cuja dedicação, experimentada e atenciosa, se deve o perfeito bom êxito da viagem aérea.

Ao assegurar que todos recordei na oração à Santíssima Virgem, especialmente na cidade de Éfeso, quero mais uma vez confiar à sua materna intercessão todos aqueles que encontrei nestes dias do meu caminho e, ao invocar sobre todos a benevolência de Cristo Redentor, é-me grato conceder-vos, a vós aqui presentes, aos dilectíssimos filhos da Urbe e à humanidade inteira, a minha Bênção Apostólica, com os votos mais cordiais de prosperidade e de paz.  

 

© Copyright 1979 - Libreria Editrice Vaticana

 

top