The Holy See
back up
Search
riga

VIAGEM APOSTÓLICA DO SANTO PADRE AOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

ENCONTRO COM A COMUNIDADE RURAL DE SÃO PATRÍCIO

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II

Igreja de São Patrício, Des Moines (Iowa)
4 de Outubro de 1979

 

Queridos irmãos e irmãs

É para mim grande prazer estar hoje aqui convosco, no centro da América, na graciosa igreja de São Patrício, nesta comunidade irlandesa. A minha viagem pastoral através dos Estados Unidos parecer-me-ia incompleta sem uma visita, embora breve, a uma comunidade rural como esta. Queria relembrar convosco algumas reflexões que esta comunidade faz despertar e que foram provocadas pelo encontro com as famílias que formam esta paróquia rural.

Proclamar Cristo e o seu Evangelho é a missão fundamental que a Igreja recebeu do seu Fundador e assumiu desde a alvorada do primeiro Pentecostes. Os primeiros cristãos foram fiéis à missão que o Senhor Jesus lhes deu através dos Apóstolos: Eram assíduos à pregação dos Apóstolos, às reuniões comuns, à fracção do pão e às orações (Act 2, 42). É isto o que todas as comunidades de fiéis devem fazer: proclamar Cristo e o seu Evangelho em comunhão com a fé apostólica, na oração e na celebração da Eucaristia.

Quantas paróquias católicas começaram como a vossa, ao principiarem as comunidades nesta região: uma igreja pequena, sem pretensões, ao centro de um grupo de casas de colonos, lugar e símbolo da oração e do encontro, coração de uma verdadeira comunidade cristã, onde as pessoas se podem conhecer, pôr em comum os seus problemas e dar testemunho juntas do amor a Jesus Cristo.

Nas vossas propriedades estais perto da natureza e de Deus; no vosso trabalho da terra seguis o ritmo das estações e nos vossos corações sentis-vos perto uns dos outros, como filhos de um Pai comum e como irmãos e irmãs em Cristo. Que privilégio poder adorar em conjunto a Deus, como vós nesta zona, celebrar a vossa unidade espiritual e ajudar-vos reciprocamente a enfrentar as dificuldades da vida. O Sínodo dos Bispos em Roma, em 1974; e Paulo VI, na sua Exortação Apostólica Evangelii nuntiandi, dedicaram notável atenção às pequenas comunidades onde é possível conseguir uma dimensão humana maior do que numa grande cidade ou numa metrópole convulsa. Fazei que a vossa pequena comunidade seja autêntico lugar de vida e evangelização cristã, sem vos isolardes da diocese ou da Igreja universal, sabendo que uma comunidade com rosto humano deve também reflectir o rosto de Cristo.

Estamos reconhecido a Deus pelas bênçãos que vos concede, e também pela bênção de pertencerdes a esta comunidade paroquial rural. O Pai celeste vos abençoe, abençoe cada um de vós. A simplicidade do vosso estilo de vida e a concórdia da vossa comunidade sejam terreno fértil para uma responsabilização crescente para com Cristo, Filho de Deus e Salvador do mundo.

Pela minha parte, agradeço ao Senhor a oportunidade que me deu de vir visitar-vos, e de O representar no meio de vós como Vigário de Cristo. Agradeço-vos as boas-vindas cordiais e terdes-me concedido a vossa hospitalidade, enquanto me preparo para o encontro com uma multidão de gente nas "Living Farms".

A minha especial gratidão ao Bispo de Des Moines pelo seu agradabilíssimo convite. Ele pôs em relevo muitas razões que tornam significativa a minha visita a Des Moines: cidade que é um dos maiores centros rurais deste país; sede da dinâmica e meritória "Conferência Católica para a Vida Rural", cuja história está tão intimamente ligada ao nome de um pastor e amigo da gente rural, Monsenhor Luis Ligutti; região que se distingue pelo esforço comunitário e pela actividade acerca da família; diocese que participa, juntamente com todos os Bispos católicos desta região, num esforço maior para a construção da comunidade.

A minha saudação e os meus bons votos também para todo o Estado de Iowa, para as Autoridades civis e para toda a população, que me reservou generosamente uma hospitalidade cordial.

Deus vos abençoe, pela intercessão de Maria, Mãe de Jesus e Mãe da Igreja.

 

  © Copyright 1979 - Libreria Editrice Vaticana

 

top