The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
A UMA PEREGRINAÇÃO FRIULANA (ITÁLIA)
POR OCASIÃO DO XXX ANIVERSÁRIO
DA FUNDAÇÃO «FOGOLAR FURLÁN»

Sábado, 27 de Outubro de 1979

 

Venerável Irmão Caríssimos filhos e filhas

Ao agradecer sentidamente as palavras que me dirigiu o Bispo de Údine ao começar este encontro desejado por vós, sinto-me contente por vos saudar a todos com vivo afecto. Saúdo nomeadamente todos os membros do "Fogolár Furlán" de Roma, o grupo de surdos-mudos e seus pais, e todas as pessoas que provêm da Região de Friuli.

Permiti-me dizer-vos que vejo em vós os representantes de uma gente nobre, como é a friulana, que reúne harmoniosamente em si preclaras qualidades humanas de dignidade, amor ao trabalho e ponderação, com uma fé cristã sólida e profunda, que a fez grande no passado e a torna forte no presente. A vossa situação geográfico-cultural, que teve outrora o seu glorioso centro na Sé Patriarcal de Aquileia, faz de vós um povo-charneira entre duas civilizações, a latina e a eslava, que no Cristianismo encontraram e podem ainda encontrar o seu ponto superior de contacto; ambas conferem-vos uma providencial predisposição para a universalidade do pensamento e da fé, capaz de superar qualquer tentação de particularismo. Um povo que se torna Igreja: eis um motivo de alegria autêntica e de louvor ao Senhor.

O que vos quero desejar com todo o coração é que não percais nunca o património e a eficácia destes valores, que têm em si a capacidade de vos manter acima de toda e qualquer dificuldade ou sofrimento, e por isso mais fortes. Quer a apontada escassez de recursos económicos; com a consequente e forçada emigração, quer sobretudo o não longínquo e terrível, terramoto, devem servir-vos, como outros tantos estímulos, para encorajardes e consolidardes —  para além de qualquer resignação passiva ou, ainda pior, de todo o desespero estéril — a vossa robustez espiritual interior e o vosso louvável sentido de solidariedade, que faz de todos vós um único "lar".

Por isso, agradeço convosco ao Senhor as admiráveis iniciativas de ajuda cristã a que o mencionado desastre deu azo, quase libertando energias latentes de autêntico espírito evangélico e revelando, assim, toda a profunda e fecunda consistência de alguns termos fundamentais do vocabulário cristão, tais como comunhão, amor, serviço, dom e altruísmo. Pois as vossas necessidades tornaram-se não só oportunidade, mas também local de prova da fraternida de cristã, a qual, por graça de Deus e para sua glória, foi brilhantemente afirmada, mesmo se, infelizmente, ainda nem tudo foi resolvido.

Coragem, pois! A vossa fé e o Senhor mesmo sejam sempre a vossa força, porque ele não abandona quem nele confia. Da sua benéfica assistência garantia a minha Bênção Apostólica que do coração vos concedo a todos, em particular aos doentes e às crianças, encarregando-vos de a levar a quantos vos são caros, como sinal da minha paternal benevolência.

 

© Copyright 1979 - Libreria Editrice Vaticana

 

top