The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
 À ORGANIZAÇÃO MUNDIAL
DOS ANTIGOS ALUNOS DO ENSINO CATÓLICO

6 de Dezembro de 1980

 

Sinto-me particularmente feliz em acolher os membros da nova Comissão directiva da Organização Mundial dos Antigos Alunos e Alunas do Ensino Católico. Ao dar-vos as boas-vindas esta manhã, desejo encorajar-vos a ter em vista os objectivos que levaram à fundação da vossa Organização.

Esta, ainda relativamente nova, nasceu da consciência muito viva dos valores recebidos na «primavera da vida», dentro das instituições católicas. Há nisto, com justa razão, um reconhecimento do valor do sistema educativo que vos formou, e dos seus princípios fundamentais. O ensino católico, de facto, procura sempre unir a aquisição do saber, a formação moral e a iniciação religiosa. Para aqueles que usufruiram dela, esta educação cristã é a fonte de um compromisso, porque ela não é património inerte, mas concepção dinâmica da existência. É precisamente a que vós quereis desenvolver em vós mesmos e nos vossos ambientes, e a que desejais assegurar à juventude actual.

Como não reafirmar então, mais uma vez, o direito de as famílias educarem os seus filhos em escolas e instituições correspondentes à sua concepção de vida?

No mundo pluralista que é o nosso, vós tendes de afirmar e cultivar a vossa própria identidade cultural religiosa própria, fundada numa concepção do homem e da sua relação com a verdade, que encontra a sua plenitude no conhecimento do Verbo de Deus, Sabedoria eterna, que revela o sentido último da realidade. Sabei situar-vos, sempre e cada vez mais, nesta verdade total que vos permitirá contemporâneamente estar abertos para diversos valores culturais do nosso mundo e trabalhar nele de modo conforme com aquilo que sois.

Precisamente, tomastes a iniciativa de estudar um determinado número de problemas importantes relativos em particular à educação e à família. Faço votos por que ajudeis deste modo a reflexão e o testemunho de muitos pais e educadores, e tenhais feliz influência junto das diferentes instâncias competentes, no plano nacional e internacional. É contributo apreciável para a obra imensa e exaltante que se depara à Igreja nestes sectores cruciais. Encorajo-vos nisto de todo o coração.

A oração ao Senhor, Mestre interior, e à Virgem, modelo das educadoras, vos ampare nos vossos esforços, como também a minha Bênção Apostólica para vós próprios, para todos aqueles que representais e para todas as vossas famílias.

 

© Copyright 1980 - Libreria Editrice Vaticana

 

top