The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
A UM GRUPO DE BUDISTAS E XINTOÍSTAS

Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2002

 

Veneráveis amigos, representantes do Budismo
e do Xintoísmo no Japão

Sinto muito prazer em dar-vos hoje as boas-vindas. Saúdo-vos primeiro como filhos do nobre e industrioso povo do Japão. O vosso país fez enormes progressos em muitos campos. Ao mesmo tempo manteve-se fiel ao seu estilo de vida, que insiste no respeito, na harmonia e na arte.

A Igreja Católica manifesta estima pelas vossas religiões e pelos vossos altos valores espirituais, como são a pureza, o desapego do coração, o amor pelo belo da natureza, e a benevolência e compaixão para com tudo quanto vive.

Traz-me grande alegria saber que viestes aqui para prosseguir o vosso diálogo e colaboração com o Secretariado da Santa Sé para os Não-Cristãos. Os temas que estais discutindo juntos, cada um do ponto de vista do seu próprio credo, são a relação entre o homem e a natureza e a relação entre religião e cultura. Estou profundamente convencido que são temas de grande importância para o futuro do nosso mundo. Na verdade, esta convicção reflecte-se na minha primeira Encíclica Redemptor Hominis. Tende pois a certeza que eu continuarei este diálogo, e os que se lhe seguirem, com interesse e apreço.

Nesta terra nós somos peregrinos do Absoluto e do Eterno, o único que pode salvar e satisfazer o coração da pessoa humana. Procuremos juntos a sua vontade para bem da humanidade inteira. Obrigado pela vossa visita. Espero que a vossa estadia em Roma vos traga felicidade. Transmiti por favor as minhas cordiais saudações e bênçãos às vossas famílias e aos vossos amigos no Japão.

 

© Copyright 1980 - Libreria Editrice Vaticana

 

top