The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AO SENHOR DR. KEITH JOHNSON
PRIMEIRO EMBAIXADOR DA JAMAICA
JUNTO DA SANTA SÉ POR OCASIÃO
DA APRESENTAÇÃO DAS CARTAS CREDENCIAIS

Sexta-feira, 21 de Março de 1980

 

Senhor Embaixador

É com muito prazer que dou as boas-vindas a Vossa Excelência como primeiro Embaixador da Jamaica junto da Santa Sé e saúdo por meio de si o Povo e o Governo do seu País. Nova afinidade está a iniciar-se entre a Santa Sé e a Jamaica, que tornará possível mais intima cooperação tanto a nível local como internacional.

Vossa Excelência mencionou o entendimento e a colaboração que felizmente existem já, entre a Igreja Católica e o seu país. Com a ajuda de Deus, a sua missão fará que se aprofunde mais esse entendimento e se reforce tal colaboração, com frutuosos resultados para o bem, do Povo da Jamaica e do mundo inteiro.

A sua missão, na verdade, destina-se não só ao benefício do seu país mesmo, mas também ao da única família humana a que todos os povos pertencem. Espero com ansiedade a cooperação a fim de se promoverem os direitos humanos e a liberdade, se defender a paz, aumentar a possibilidade de viver cada um em conformidade com a dignidade humana — numa palavra — para o serviço do homem na sua totalidade, dentro das variadas riquezas da sua existência espiritual e material.

Tenho profundo respeito pelas tradições cristãs do povo da Jamaica. Essas tradições são promessa de cooperação ainda mais íntima no reconhecimento da preeminência do espiritual sobre o material. Elas garantirão também, por meio do conhecimento dos valores do espírito, que os progressos nos campos da prosperidade material, da tecnologia e das ciências estejam ao serviço daquilo que realmente constitui o ser humano.

Oxalá Deus torne prósperas as relações entre a Jamaica e a Santa Sé. Peço-Lhe que ilumine Vossa Excelência no desempenho da sua alta missão e invoco as bênçãos divinas sobre si, sobre o Governo e todo o Povo da Jamaica.

 

© Copyright 1980 - Libreria Editrice Vaticana

 

top