The Holy See
back up
Search
riga

PEREGRINAÇÃO APOSTÓLICA DO SANTO PADRE À ÁFRICA

SAUDAÇÃO DO PAPA JOÃO PAULO II
 AOS BISPOS PROVENIENTES
DE OUTROS PAÍSES AFRICANOS

Quinxassa (Zaire), 3 de Maio de 1980

 

Acrescento agora uma saudação aos Bispos vindos de outros países africanos.

Caríssimos Irmãos em Cristo, este encontro convosco proporciona-me uma grande alegria. Procurarei logo conhecer também cada uma das vossas pátrias, cada uma das vossas Igrejas, no local. Ser-me-ia muito grato alargar o círculo das minhas visitas. Por acaso sois daqueles que me convidaram com insistência? Não pareceu possível esta vez ir além do programa que foi estabelecido, por razões convergentes e bem ponderadas. Sinto bastante, tanto mais que as vossas comunidades cristãs nutrem afeição muito fervorosa e bastante espontânea pelo Papa, e merecem um estímulo particular, seja por causa da sua vitalidade seja por motivo das suas provações. Sinto também por mim, que teria apreciado este novo testemunho. Contudo, considero-me ligado a cada um destes convites, que procurarei satisfazer logo, com a ajuda de Deus, em tempo oportuno. Entretanto, dizei aos vossos irmãos, aos vossos sacerdotes, aos vossos religiosos e às vossas religiosas, aos vossos leigos, que o Papa os ama e os abençoa com uma grande afeição.

Sei que a África está longe de ser uniforme, que diversos são os povos e as etnias, particulares as tradições diversificada também a implantação da Igreja católica. Acontece, às vezes, que vós vos encontrais na situação do pequeno rebanho que deve conservar a sua identidade cristã e ao mesmo tempo dela deve dar testemunho.

No entanto, parte dos problemas pastorais que abordei com os vossos irmãos Bispos do Zaire, vale também para vós: a preocupação pela evangelização, o aprofundamento do espírito cristão, a africanização, a solidariedade dos Bispos, entre si, com as outras Igrejas locais e com a Santa Sé, a dignidade da vida dos sacerdotes, dos religiosos, a vossa presença na vida deles, a questão das vocações, os problemas familiares, a promoção humana, etc. Missão magnífica é confiada a vós todos, com a graça de Deus: contribuir para edificar uma civilização onde Deus tem o seu lugar e onde, por consequência, o homem é respeitado. E se fosse necessário deixar uma recomendação a todos os membros das vossas Igrejas, diria: permanecei bem unidos.

Grato pela vossa presença! A paz de Cristo esteja sempre com todos vós!

 

© Copyright 1980 - Libreria Editrice Vaticana

 

top