The Holy See
back up
Search
riga

PEREGRINAÇÃO APOSTÓLICA DO SANTO PADRE À ÁFRICA

ORAÇÃO DO PAPA JOÃO PAULO II
NO CEMITÉRIO DE MAKISO

 Kisangani (Zaire)
 Terça-feira, 6 de Maio de 1980

 

Ajoelhados neste cemitério, sobre o túmulo dos missionários vindos de longe, nós rezamo-vos, Senhor.

Benditos sejais, Senhor, pelo testemunho dos vossos missionários! Fostes vós que inspirastes o seu coração de apóstolos para deixarem para sempre a sua terra, a sua família e a sua pátria e chegarem a este país, que até então desconheciam, para proporem o Evangelho àqueles que consideravam já como irmãos.

Bendito sejais, Senhor, por terdes mantido a sua fé e a sua presença no momento da sementeira e ao longo de todo o seu trabalho apostólico; por lhes terdes dado resistência e paciência nas fadigas, nas dificuldades, nas penas e nos sofrimentos de toda a espécie.

Bendito sejais, Senhor, por terdes fortificado a sua união e a sua confiança nos filhos deste povo, a ponto de os considerar bem depressa capazes, também eles, de uma vida de baptizados e de lhes abrir o caminho para a vida religiosa e para a preparação sacerdotal, com a vontade tenaz de fundar, com eles e por eles, uma Igreja local de que nós recolhe-mos os frutos.

Bendito sejais, Senhor, por todas as graças que brotaram da sua palavra, das suas mãos e do seu exemplo.

Eles consagraram, até ao fim, a sua vida pela missão, e deixaram a esta terra os seus restos mortais; alguns, depois de uma curta vida de trabalho, outros, depois de uma vida arriscada e oferecida como mártires pela fé. Era preciso que a semente caísse na terra e morresse para dar muitos frutos.

Senhor, fazei com que esta Igreja banhada com o seu suor e com o seu sangue atinja a plena maturidade. Graças a eles, possam outros recolher hoje, na alegria, aquilo que eles semearam com lágrimas. Que se levantem em grande número, de entre os filhos e as filhas deste país, aqueles que devem fazer o render da guarda, para que o vosso nome seja glorificado nesta terra de África.

Que nunca esqueçamos estes pioneiros do Evangelho, na memória do coração e da oração. Esperamos que vós os tenhais recebido no paraíso, perdoando-lhes as faltas que assinalaram a sua vida como a de todos os seres humanos. Dai-lhes a recompensa dos servos bons e fiéis. Que eles entrem na alegria do seu Senhor. Dai-lhes o descanso eterno e que, sobre eles; brilhe sempre a vossa luz. Assim seja!

 

© Copyright 1980 - Libreria Editrice Vaticana

 

top