The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS AGENTES DA POLÍCIA ESTRADAL

Sábado, 18 de Abril de 1981

 

Caríssimos!

1. Na manhã, tão singular e significativa, do "Sábado Santo", desejastes vir apresentar-me os vossos votos de Boa Páscoa. Estou muito feliz por este encontro, não só pela alegria proporcionada pela vossa presença, mas também porque me oferece a ocasião de vos manifestar o meu apreço e a minha gratidão pelo serviço tão delicado que prestais nas minhas saídas da Cidade do Vaticano em visita pastoral. Sei que cumpris de bom grado o vosso dever, ainda que ele exija cansaço e sacrifício. E conheço bem a vossa perícia e a vossa generosa solicitude. Com viva alegria, dirijo a minha afectuosa saudação também aos vossos familiares, que vos acompanharam aqui e a todos os que vos são queridos, retribuindo de coração os bons votos pascais e assegurando a lembrança. na oração.

2. A vigília da grande solenidade sugere-me uma consideração, que desejo deixar-vos como recordação.

Depois do silêncio deste dia de Sábado Santo, os sinos voltarão a repicar festivamente para anunciar a Ressurreição gloriosa e definitiva de Cristo. A vida e a morte debateram-se num terrível duelo, mas venceu a vida! É Jesus ressuscitado assegura com a sua vitória que também nós ressuscitaremos gloriosos, após o peregrinar da história humana, no fim dos tempos.

Eis, ó caríssimos, o estilo de vida que também deveis assumir, vós e as vossas famílias: a alegria da Páscoa, a certeza da, ressurreição gloriosa que infunde coragem e confiança, preserva, do mal, empenha numa vida, virtuosa, ilumina cada dia com a luz sobrenatural da graça e da eternidade.

Que a alegria da Páscoa acompanhe todos os dias da vossa vida e dê satisfação e serenidade também ao vosso trabalho! Estes, os meus sinceros bons votos.

Com estes votos, de todo o coração vos concedo a propiciadora Bênção Apostólica, afectuosamente extensiva a todos os que vos são caros.

 

© Copyright 1981 - Libreria Editrice Vaticana

 

top