The Holy See
back up
Search
riga

VIAGEM APOSTÓLICA DO SANTO PADRE
AO EXTREMO ORIENTE (PAQUISTÃO, FILIPINAS,
GUAM, JAPÃO E ALASKA)

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
DURANTE
O ENCONTRO
COM UM GRUPO DE DOENTES
DO LEPROSÁRIO DE TALA

Manila, 21 de Fevereiro de 1981

 

Mga kaibigan. Maraming salamat sa inyong lahat.

Caros amigos.

Agradeço calorosamente a todos vós.

Quereria visitar-vos na vossa casa, mas não me foi possível. Agradeço-vos ter vindo, ao invés, encontrar-me. Agradeço-vos ter desejado representar os outros que tanto queriam vir mas não puderam. Estar convosco hoje causa-me grande alegria ao coração. Saúdo-vos com afecto e espero que saibais quanta desejei este nosso encontro.

Nas minhas precedentes visitas pastorais na África e no Brasil, encontrei-me com outros homens e mulheres doentes de lepra. Esses encontros causaram-me profunda impressão, porque pude avaliar a paciência amorosa e a coragem com que vivem não obstante as provas e as adversidades.

1. Encontro-me aqui em nome de Cristo Jesus para vos recordar o Seu extraordinário amor por todos os seus irmãos e irmãs, mas particularmente a cada um de vós. Os Evangelhos dão testemunho desta verdade. Reflecti, por alguns instantes, quantas vezes Jesus manifestou a sua preocupação transformando situações de necessidade em momentos de graça. No Evangelho de São Lucas, por exemplo, dez leprosos vieram ao encontro de Jesus suplicando-Lhe que os curasse. O Senhor recomenda-lhes que se mostrem aos sacerdotes, e ao longo do caminho sentiram-se curados. Um deles volta para agradecer. No seu agradecimento, mostra uma fé que é forte, alegre e cheia de louvor pela maravilha dos dons de Deus. Evidentemente Jesus tocou com o Seu amor a intimidade profunda da existência desse homem.

2. Ainda nos Evangelhos de Mateus e Marcos, é-nos apresentado um leproso que pede a Jesus que o cure, mas somente se for da Sua vontade. Que reconhecimento grande sente este homem quando o seu pedido é atendido! Ele corre a difundir a notícia do milagre a todos os que encontra. Tão grande felicidade provém do homem que tem fé! As palavras "se queres podes limpar-me" reflectem uma disponibilidade a aceitar o que Jesus lhe deseja. E a sua fé em Jesus não ficou decepcionada! Caros irmãos e irmãs, oxalá a vossa fé em Jesus seja não menos firme ou constante daquela demonstrada por essas pessoas do Evangelho.

3. Sei que a vossa aflição causa intensos sofrimentos, não através das suas manifestações físicas, mas também pelas incompreensões que tantas pessoas da sociedade continuam a ter a respeito do mal de Hansen. Muitas vezes defrontais-vos com preconceitos muito antigos, e estes tornam-se uma fonte de sofrimento ainda maior. Da minha parte continuarei a proclamar perante o mundo a necessidade de uma consciência ainda maior do facto que, mediante uma adequada ajuda, esta doença poderá ser efectivamente vencida. Por isso, em toda a parte, peço a todos que apoiem sempre mais os corajosos esforços que são feitos para debelar a lepra e curar eficazmente os que estão ainda atingidos por essa enfermidade.

4. Peço-vos que nunca percais a coragem ou fiqueis desesperados. Em qualquer lugar e todas as vezes que encontrardes a Cruz, abraçai-a como fez Jesus, a fim de que seja feita a vontade do Pai. Que o vosso sofrimento seja oferecido em benefício de toda a Igreja, de modo que possais dizer com São Paulo: "Por isso me alegro nos meus sofrimentos... e completo na minha carne aquilo que falta às tribulações de Cristo, em favor do seu Corpo, que é a Igreja..." (Col 1, 24).

Há três dias beatificava no vosso país dezasseis mártires de Nagasáqui. Entre eles está o Beato Lázaro de Kyoto que era leproso. Quanto exultamos pela ajuda que o Beato Lázaro deu aos missionários como tradutor e guia. Afinal o seu empenho em difundir o Evangelho custou-lhe a vida; morreu derramando o seu sangue pela fé. O seu amor por Cristo causou-lhe muito sofrimento e também dores torturantes! Sofreu a incompreensão, a repulsa e o ódio dos outros no seu serviço da Igreja! Mas com a força da graça de Deus, o Beato Lázaro deu testemunho da fé e mereceu o dom precioso da coroa do martírio.

Caros amigos, convido-vos a imitar a coragem do Beato Lázaro a quem estais tão unidos. Compartilhai as convicções da vossa fé com os vossos irmãos e irmãs que sofrem convosco. Retribui o amor dos médicos, enfermeiros e voluntários que cuidam tão generosamente de vós. Esforçai-vos por construir uma comunidade de fé viva, uma comunidade que apoie, fortifique e enriqueça a Igreja universal. Aqui está o vosso serviço a Cristo! Aqui está o desafio para a vossa vida! É aqui que podeis manifestar a vossa fé, a vossa esperança e o vosso amor!

Que Deus vos abençoe, caros irmãos e irmãs! Abençoe todos os doentes de lepra neste País! Abençoe as vossas famílias, os vossos amigos e todos os que vos assistem! At higit sa lahat inihahabilin ko ang aking sarili sa inyong panalangin, sa inyong pagmamahal. E sobretudo recomendo-me à vossa oração e ao vosso amor.

 

© Copyright 1981 - Libreria Editrice Vaticana

 

top