The Holy See
back up
Search
riga

VIAGEM APOSTÓLICA DO SANTO PADRE
AO EXTREMO ORIENTE (PAQUISTÃO, FILIPINAS,
GUAM, JAPÃO E ALASKA)

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
NA CERIMÓNIA DE DESPEDIDA DAS FILIPINAS

Aeroporto Internacional de Manila
22 de Fevereiro de 1981

 

Meus caros amigos
Caros irmãos e irmãs em Nosso Senhor Jesus Cristo

1. Chegou o momento de dizer adeus. Preparando-me para deixar as Filipinas em continuação da minha viagem apostólica, levo comigo muitas recordações belas e alegres. Foi um grande privilégio passar seis dias no vosso Pais. Estou maravilhado ante a grande diversidade de valores culturais e de nobres tradições que enriquecem a vossa terra. Recordar-me-ei por longo tempo das pessoas de ambientes e tradições tão diversos, com as quais tive o prazer de me encontrar.

2. De modo particular levo comigo o testemunho da vitalidade da fé católica aqui nas Filipinas. Esta vitalidade é simbolizada pela santidade do primeiro mártir filipino, cuja beatificação motivou a minha visita pastoral. Por coincidência, despeço-me de vos ao celebrar-se a Cátedra de São Pedro, festividade que reevoca a missão do Bispo de Roma de preservar e promover a unidade na Igreja, e de confirmar os seus irmãos na fé. Precisamente para cumprir tal missão, que agora me compete como sucessor do Apóstolo Pedro, é que vim ao vosso País. Desejei também pedir-vos, meus irmãos e irmãs, considerando a vossa profunda e o vosso amor a Nosso Senhor Jesus Cristo, que assumais um compromisso sempre maior no trabalho de evangelização, fazendo que outros participem daquela fé por vós recebida como dom de Deus. Asseguro a todos vós as minhas orações e usando as palavras de São Paulo "estou persuadido de que Aquele que começou em vós a boa obra a completará até ao Dia de Cristo Jesus" (Flp 1, 6).

3. Antes de partir desejo exprimir o meu reconhecimento a Sua Excelência o Presidente Marcos, pelas suas cordiais boas-vindas a esta terra e por tudo o que foi feito para facilitar a minha visita.

Agradeço também a todas as Autoridades do Governo e a quantos cooperam para manter a ordem pública ou na coordenação do programa da minha visita pastoral.

Estou particularmente grata ao Cardeal Rosales, ao Cardeal Sin e a todos os meus dilectos Irmãos no Episcopado, pelo acolhimento tão caloroso a mim reservado e por terem renovado na minha presença a sua dedicação à unidade da Igreja de Cristo e ao Evangelho da verdade.

Agradeço a todos os que estiveram ao meu lado com tanto amor e afecto, meus caros irmãos e irmãs na fé, e a todos os outros cidadãos das Filipinas. Em todos os instantes da minha visita, a vossa hospitalidade foi deveras expressão da vossa generosidade e bondade.

Ao despedir-me, estes são os meus votos a todos vós, dilecto povo das Filipinas: oxalá gozeis sempre paz nos vossos corações e nas vossas casas; a justiça e a liberdade reinem em todas as vossas ilhas; as vossas famílias sejam sempre fiéis, unidas na alegria e no amor!

 

© Copyright 1981 - Libreria Editrice Vaticana

 

top