The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AO INSPECTORADO DE SEGURANÇA PÚBLICA
JUNTO AO VATICANO

Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 1982

 

Caríssimos Irmãos!

Agradeço vivamente ao Senhor Inspector Federico Praticò as suas nobres e calorosas palavras de saudação e de augúrio, que escutei com grande apreço. Ele foi nomeado, há não muito tempo, dirigente do Inspectorado Geral de Polícia junto do Vaticano, e por isso é justo que o saúde neste novo cargo e lhe apresente os mais sentidos votos de uma serena e frutuosa realização dos seus encargos.

Mas ele falou também em nome de todos vós aqui presentes, seus colaboradores: Funcionários, Suboficiais e Dependentes. Por conseguinte, a todos saúdo com alegria e exprimo o meu cordial reconhecimento por terdes desejado este comum encontro, que me dá a possibilidade de conhecer de perto aqueles aos quais o Estado Italiano confia a vigilância da ordem da área adjacente ao Vaticano.

Todos vós certamente estais convencidos — e o Senhor Inspector bem o salientou — da delicadeza do serviço que realizais. E eu, da minha parte, sinto-me no dever de reconhecer a vossa competência e generosidade, com que desempenhais o vosso dever. A vossa silenciosa fadiga merece apreço e louvor.

Desejo exortar-vos a compreender e realizar o vosso trabalho não só como pura prestação de obediência a uma práxis jurídica em favor da ordem pública, mas também como participação interior, isto é como uma actividade movida e estimulada pela fé. Mesmo no cumprimento do vosso singular empenho, podeis dar um testemunho ao Senhor e ao seu Evangelho. De facto, tendes a oportunidade de vos aproximar de muitas pessoas, que da Itália e do mundo inteiro vêm a Roma para exprimir a sua comunhão e veneração pelo Papa. Pois bem, cada um deveria ver em vós, por um lado, homens profundamente dedicados aos deveres da própria profissão, e, por outro, crentes sérios e convictos que vivem verdadeiramente a realidade da fraternidade cristã.

Por tudo isto, asseguro-vos de coração que vos recordo ao Senhor, e a Ele recomendo-vos todos, ao mesmo tempo que retribuo de bom grado os votos para o ano há pouco iniciado, a fim de que seja cheio de sempre maior serenidade e prosperidade cristã.

Em penhor destes votos e como prova do meu apreço e da minha gratidão, concedo-vos de bom grado a Bênção Apostólica que faço extensiva a todos os que vos são queridos.

 

© Copyright 1982 - Libreria Editrice Vaticana

 

top