The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
 AO SENHOR
NARENDRA SINGH
NOVO EMBAIXADOR DA ÍNDIA
JUNTO DA SANTA SÉ POR OCASIÃO
 DA APRESENTAÇÃO DAS CARTAS CREDENCIAIS

Quinta-feira, 14 de Janeiro de 1982

 

Senhor Embaixador

É com satisfação que dou as boas-vindas a Vossa Excelência como Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República da Índia junto da Santa Sé e recebo os amáveis bons votos que me traz das autoridades do seu pais. Retribuo calorosamente estes bons votos e peço a Deus abençoe todo o povo da Índia.

Como vossa Excelência disse, a fé cristã chegou muito cedo à Índia. Fez parte da história do seu país desde sempre. Quando a Índia moderna adquiriu a sua independência, os cristãos depositaram devidamente a verdade deles nos seus concidadãos e nas garantias inscritas na Constituição e de boa vontade participaram em todos os aspectos da vida da nação. Estou certo que as louváveis tradições de respeito pela fé dos crentes, a que Vossa Excelência se referiu, garantirão que sejam mantidas estas garantias de liberdade de consciência e a justa liberdade de professar, praticar e propagar a religião, sem haver discriminação contra ela. Um dos mais preciosos elementos da herança da Índia é o seu respeito pelos esforços envidados por homens e mulheres para satisfazerem a obrigação, que a sua natureza lhes impõe, de procurarem a verdade e aderirem a ela, e de orientarem as suas vidas de acordo com o que ela requer!

A mesma herança dá grande significado ao papel que a Índia desempenha na comunidade mundial das Nações. Na esfera internacional são necessárias vozes que falem dos direitos humanos, dos direitos dos homens e das mulheres individualmente, em toda a parte, dos direitos inerentes a eles tanto no seu aspecto físico como espiritual, direitos sem os quais eles não podem viver conservando a própria dignidade como seres humanos, dotados de inteligência e vontade e de personalidade. Estes direitos fundamentais são uma condição para a paz, e aqueles que contribuem para assegurar o respeito dos mesmos são verdadeiros artífices de paz.

Peço a Deus abençoe o trabalho que está a ser feito na Índia e pela Índia para dar a oportunidade a todos de realizarem as possibilidades humanas de modo mais completo. E peço que derrame abundantemente os seus favores sobre todo o povo da índia e sobre aqueles que o servem no âmbito do governo ou da diplomacia ou em qualquer outro.

 

 © Copyright 1982 - Libreria Editrice Vaticana

 

top