The Holy See
back up
Search
riga

PALAVRAS DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS COMPONENTES DO GRUPO FOLCLÓRICO POLACO
"LACHY" DEPOIS DA APRESENTAÇÃO

Castel Gandolfo, 30 de Julho de 1982

 

Cantastes desse 'ângulo da nossa terra' ao qual cada um de nós peregrina. Sabemos que esse ângulo significa um lugar sagrado, o Santuário de Jasna Góra, e nós todos nos dirigimos para lá em peregrinação, especialmente neste ano jubilar. Também eu todos os dias para lá peregrino. Estou convencido — como já disse algumas vezes e hoje repito ainda — que é meu direito e meu dever estar junto com a minha Nação em peregrinação a Jasna Góra no Ano do Jubileu. Julgo que é um dever meu sagrado para com a Santíssima Virgem e também para com os meus compatriotas.

Aquelas que trouxestes aqui, nesta tarde, são obras de cultura, da cultura popular de Nowy Sacz. Agradeço-vos conservardes a cultura da vossa terra, porque ela está hoje um pouco ameaçada pela civilização do nosso tempo, que segue noutra direcção, muitas vezes separada dos conteúdos, dos costumes e das expressões da cultura popular, que são o fruto da criatividade de gerações inteiras.

Agradeço-vos — continuou — saberdes conservar a vossa cultura popular, saberdes imprimir uma expressão artística e levá-la ao mundo com o canto e a dança.

No principio do meu serviço pastoral em Roma, depois da inauguração, pedi aos primeiros peregrinos da Polónia que não me deixassem só. Devo dizer que também neste último difícil período, quando o número dos peregrinos da Polónia está notavelmente diminuído, de modo especial durante as audiências gerais, está sempre apesar de tudo alguém da Polónia presente. Estou agradecido por isto. Desejo a mim e aos meus compatriotas que possam vir ainda, como nos anos passados, tão numerosos e com a mesma espontaneidade ".

Obrigado mais uma vez por me terdes trazido — digo-o sinceramente — um pouco de divertimento, um pouco de tranquilidade, um pouco de alívio e também uma porção viva da Polónia. A Polónia está presente em cada gesto, em cada palavra, em cada canção da nossa terra, mais porém que em qualquer lugar — como diz o poeta Wyspianski — está presente no coração. Desejo que os vossos corações possam ficar sempre fiéis a esta grande herança que se chama Polónia, a esta grande herança que, há mil anos, está intimamente ligada com a herança cristã, com a Igreja.

 

© Copyright 1982 - Libreria Editrice Vaticana

 

 

top