The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
 AOS ALUNOS DAS ESCOLAS CENTRAIS
 ANTI-INCÊNDIO

Quarta-feira, 17 de Novembro de 1982

 

A vossa visita, caríssimos jovens do batalhão de Alunos Bombeiros Voluntários Auxiliares, que estais a participar no Curso promovido pelas Escolas Centrais Anti-Incêndio, causa-me grande alegria. Estou contente de poder acolher-vos na minha casa, para vos dirigir uma particular saudação e agradecer-vos a cortesia, da qual a vossa vinda é sinal e testemunho.

Vós representais uma força viva da Nação, que ao vosso contributo de generosidade e de sacrifício se confia para o sereno desenvolvimento da vida dos seus cidadãos. Deveras, de facto, são as circunstâncias, em que a vossa intervenção se revela de decisiva importância para salvaguardar a incolumidade física das pessoas ou para tutelar a integridade dos seus haveres. Estou certo de que, imitando o exemplo de quantos há anos servem na vossa Milícia, sabereis no momento oportuno dar prova de pronta disponibilidade, levando, aonde for necessário, o socorro da vossa competência, da vossa solidariedade e do vosso serviço.

Oxalá vos guie e ampare no cumprimento do dever a consciência de prestardes um serviço que, ao elevado valor civil, une características genuinamente cristãs. De facto, diante de quem está em necessidade e talvez em perigo de vida, como não pensar no Bom Samaritano, cujo exemplo foi por Jesus indicado a todos os seus discípulos como um caminho seguro para alcançar a vida eterna? "Vai e faz o mesmo" (Lc 10, 37), é o conselho de Cristo.

Este mesmo conselho dirijo também a vós, exortando-vos a ser sempre generosos na doação de vós mesmos dado que, quando vos aprestais a levar auxílio a qualquer ser humano, sabeis que estais a estender a mão a um irmão.

Com estes sentimentos invoco sobre vós a especial protecção da Virgem Santíssima e de coração abençoo-vos bem como os vossos Superiores e Familiares.

 

 

Copyright © Libreria Editrice Vaticana

 

top