The Holy See
back up
Search
riga

AUDIÊNCIAS ESPECIAIS ÀS DELEGAÇÕES DAS DIOCESES DOS NEO-CARDEAIS

SAUDAÇÃO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS PEREGRINOS DA BÉLGICA

Sala do Trono
Sexta-feira, 4 de Fevereiro de 1983

 

Prezado Senhor Cardeal de Malinas-Bruxelas
e vós todos que o circundais do vosso respeito, da vossa afeição e do vosso orgulho!

Com certeza vós o sabeis, não posso receber os filhos da nação belga sem me recordar do meu proveitoso tempo na Universidade de Lovaina, sem pensar no Colégio Belga de Roma que foi a minha agradável residência enquanto estudei no Angelicum. É por isso que o meu reconhecimento para com a Igreja na Bélgica está sempre vivo.

Prezado Senhor Cardeal, eis-vos doravante na linha de sucessão dos Arcebispos de Malinas-Bruxelas que tanto dignificaram e ainda honram o Sacro Colégio. Não posso deixar de evocar a inolvidável figura do Cardeal Mercier, o vibrante pioneiro do ecumenismo; do Cardeal Van Roey que, sem ter vivido o Vaticano II, deu à sua pastoral diocesana um alento conciliar; do caro Cardeal Suenens, vosso predecessor imediato, sempre zeloso em servir a Igreja. E nem poderia esquecer o tão dinâmico Cardeal Cardijn, cujo centenário de nascimento foi comemorado pelos Jocistas do mundo inteiro e, de modo especial, pela Bélgica.

Ao término desta breve evocação e após todas as cerimónias romanas do vosso cardinalato, é possível fazer-vos votos que ainda não tenham sido formulados? Peço insistentemente a Deus que a vossa juventude e o vosso manifesto zelo sejam cada vez mais a luz e o amparo dos vossos Irmãos no Episcopado, que os vossos comuns esforços pastorais, em constante harmonia, produzam no vosso país — que enfrenta dificuldades, como outras nações ocidentais — um verdadeiro movimento espiritual e apostólico. A vós, que trabalhastes tanto no cultivo das vocações em Burges, vossa diocese natal, faço votos, para a Bélgica inteira, por numerosas vocações para o sacerdócio, o diaconato permanente e a vida religiosa. Que a evangelização dos ambientes dominados pelo indiferentismo ou pela descrença vos encontre, juntamente com os vossos Irmãos Bispos, à frente das buscas e iniciativas capazes de eliminar estas misérias da nossa época! Que os leigos cristãos — ainda numerosos e fervorosos nas vossas dioceses — se inspirem cada vez mais nas fontes espirituais de todo o apostolado!

Eis os meus votos e a minha oração, por vós, Senhor Cardeal, e por todos os cristãos da Bélgica. Com a minha afectuosa Bênção.

 

 

© Copyright 1983 - Libreria Editrice Vaticana

 
top