The Holy See
back up
Search
riga

VIAGEM APOSTÓLICA À COSTA RICA, NICARÁGUA, PANAMÁ,
EL SALVADOR, GUATEMALA, HONDURAS, BELIZE E HAITI

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
NA CERIMÓNIA DE BOAS VINDAS À GUATEMALA

Domingo, 6 de Março de 1983

 

Senhor Presidente,
Irmãos no Episcopado,
queridos irmãos e irmãs

Peregrino de fé e de esperança, chego hoje a esta terra da Guatemala, país de "eterna primavera", e lugar de particular significado na história da América Central.

Agradeço desde já as demonstrações de afecto de todos os queridos guatemaltecos, em cujo nome e no seu próprio, Vossa Excelência, Senhor Presidente, me dirigiu expressões de cordiais boas vindas.

Saúdo todas as Autoridades presentes neste aeroporto, o Senhor Cardeal Mário Casariego, Arcebispo da Guatemala, os meus irmãos Bispos presididos por D. Próspero Penados del Barrio, os sacerdotes, as pessoas consagradas, os leigos empenhados no apostolado e o povo fiel. Saúdo com igual afecto os membros dos diversos grupos étnicos do País.

Esta Nação foi várias vezes, ainda em tempos recentes, cenário de calamidades que semearam morte e destruição em muitos lares. E hoje continua a ser vítima do flagelo da luta entre irmãos que provoca tanto sofrimento. Em nome de todas as vítimas inocentes desejaria pedir que se mobilizassem todas as forças de boa vontade, para se conseguir a convivência pacífica social, fruto da justiça e de uma grande reconciliação dos espíritos.

Desde já encorajo todos os esforços que se façam nesse sentido, associando-me aos objectivos indicados pela Conferência Episcopal da Guatemala no comunicado em preparação da minha visita.

Recomendo à vossa oração estes objectivos e desde agora abençoo todos os filhos da Guatemala, sobretudo os enfermos e os que sofrem no corpo e na alma. Que a Mãe da Assunção nos acompanhe com o seu amparo!

© Copyright 1983 - Libreria Editrice Vaticana

 

top