The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
A UM GRUPO DE JOVENS PEREGRINOS
DE MARSELHA (FRANÇA)

11 de Abril de 1997

 

Queridos amigos

Sede bem-vindos na casa dos Sucessores de Pedro. Estou feliz por vos receber aqui, jovens da Arquidiocese de Marselha, vindos a Roma com o vosso Arcebispo, D. Bernard Panafieu. Saúdo- o fraternalmente e agradeço-lhe as palavras que me transmitiu em vosso nome.

Desde há muito tempo Marselha ocupa o seu lugar na Igreja. O Evangelho foi anunciado na vossa região e produziu numerosos frutos, dos quais vós sois os herdeiros. A vossa Arquidiocese recebeu muito e soube dar muito: a canonização do Mons. de Mazenod evocou-o há alguns meses. Por vossa vez, partis em busca dos recursos vivos da vossa fé. Já pudestes sentir como a obra dos Santos Pedro e Paulo assinalou esta Cidade de Roma. Dois mil anos após a sua passagem, não é difícil observar os resultados da sua pregação e de prever também aquilo que ainda se deve realizar para que «Deus seja tudo em todos» (1 Cor. 15, 28).

Os primeiros Apóstolos ouviram Cristo dizer-lhes: «Vinde ver» (Jo. 1, 39). Recebeis este apelo que vos compete transmitir a outros. Vem e verás que quero transformar a tua vida para a vincular ainda mais à Minha!

Vem e verás que a tua vida é repleta de sentido, grandeza e beleza, se a souberes oferecer!

Vem e verás que estou sempre contigo no caminho!

Acabámos de festejar a Ressurreição do Senhor. Em Roma, comungais na fé daqueles que foram as primeiras testemunhas desta Ressurreição; podeis ver o povo que Deus não cessa de fazer crescer. Na Arquidiocese de Marselha, este povo precisa de vós. Tem necessidade de que sejais as testemunhas fiéis do Evangelho e possais, com sinceridade, «dar a razão da vossa esperança» (1 Ped. 3, 15) e dizer a todos aqueles que querem dar sentido à própria existência que Cristo ressuscitado os espera.

A festa da Páscoa, sabei-o, precede de cinquenta dias a do Pentecostes. Cristo ressuscitado enviou o Espírito Santo aos seus Apóstolos para anunciarem a Boa Nova «até aos extremos da terra» (Act. 1, 8). Aqueles de entre vós que se preparam para a confirmação esperam também receber o Espírito do Pentecostes. Graças a Ele, serão mais fortes para dar o testemunho que Cristo lhes pede e assumir assim na Igreja todo o lugar que lhes cabe.

Estimados amigos, é um prazer vervos em tão grande número: sede orgulhosos e felizes por terdes recebido a graça da fé! Sede sempre ardentes em transmiti-la, dado que sois o sal da terra e podeis dar muito àqueles que se apresentam no vosso caminho. Ao vosso Arcebispo, aos sacerdotes e a todos os vossos acompanhadores, a cada um de vós, aos vossos pais, irmãos, irmãs e a todos os membros das vossas famílias, concedo do íntimo do coração a minha Bênção Apostólica.

 

 

 

 

top