The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II 
ÀS PARTICIPANTES NO CONGRESSO 
DAS "APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO"

 

12 de Janeiro de 1998

 

 

Caríssimas Irmãs! 

1. É-me grato acolher-vos neste momento solene e importante do vosso caminho de discernimento. Estais a celebrar um Congresso extraordinário, no qual tendes em vista proceder à actualização das vossas Constituições. Esta iniciativa quer responder ao convite que a Igreja vos dirige a manterdes vivo e actual o sentido da vossa consagração, o seu valor para a nova evangelização e para um testemunho cada vez mais eficaz do amor de Deus pela humanidade. Saúdo a Presidente-Geral, Senhora Nidia Colussi, juntamente com o Conselho e as outras responsáveis do Instituto Secular das «Apóstolas do Sagrado Coração». 

Saúdo também os sacerdotes colaboradores e as delegadas provenientes das várias províncias italianas e latino-americanas. 

2. Reunistes-vos para reflectir sobre o caminho percorrido e projectar as próximas etapas. O Sagrado Coração de Jesus, posto no centro da vossa espiritualidade, indica-vos a via-mestra para um testemunho humilde e muitas vezes ignorado pelos homens, mas precioso e agradável aos olhos de Deus. Quereis participar na missão apostólica do Senhor: não é por acaso que vos chamais «Apóstolas do Sagrado Coração»! 

Olhai então para Ele: Ele «entregou-Se a Si mesmo» (tradidit semetipsum) pela vida do mundo. Aceitou obedecer ao Pai até à morte e à morte de cruz, a fim de que triunfasse a vida nova dos filhos de Deus na história. Assim também vós sois chamadas a ser fermento de libertação e de salvação para a humanidade e a criação inteira (cf. Rm 8, 18- 21), participando a partir de dentro, na vossa condição secular, na situação vital de muitos dos vossos irmãos e irmãs. 

3. Quereria dirigir-vos três recomendações, que são também o motivo da minha oração por vós e pelo vosso Instituto. 

Em primeiro lugar, exorto-vos a manter íntegro o espírito de simplicidade, que o vosso Fundador ensinou com tanta insistência. A caridade, dom inefável do Espírito Santo, encontra na humildade o seu necessário fundamento e a possibilidade da sua máxima expressão. 

Exorto-vos, depois, a continuar no vosso precioso serviço de apoio, na oração e na efectiva ajuda concreta, às vocações de especial consagração. Confio-vos de modo muito particular as vocações sacerdotais: estejam elas presentes no vosso espírito e no vosso coração apostólico, como primeiro e mais importante dom que podeis contribuir para pedir e obter para a Igreja, da misericórdia de Deus, Senhor da messe (cf. Mt 9, 38).

Por fim, desejo que continueis a ser, nos ambientes da vossa vida e do vosso trabalho, aquele fecundo fermento de testemunho evangélico que a vossa opção de consagradas seculares requer. 

4. Ao confiar-vos estes pensamentos, invoco sobre vós, os vossos entes queridos e o inteiro Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração a contínua assistência do Senhor a fim de que, espalhadas pelo mundo como pequenina semente, sem ceder às suas seduções, possais ser para quem se aproxima de vós, ocasião de encontro com Jesus e com a riqueza inexaurível do amor, que brota do seu Coração bendito. 

Vele sobre vós a Virgem Santíssima, que honrais com o bonito título de Mãe do Bom Conselho. Com estes votos concedo a cada uma de vós a minha especial Bênção, propiciadora de todas as graças celestes.

 

 

top