The Holy See
back up
Search
riga

PALAVRAS DO SANTO PADRE
NO ENCERRAMENTO DO MÊS DE MAIO
 JUNTO DA GRUTA NOS JARDINS DO VATICANO

 

Domingo, 31 de Maio de 1998

 

Neste ano a festa mariana da Visitação coincide com a grande solenidade de Pentecostes, e por ela é como que absorvida e iluminada. O encontro anual, que nos vê reunidos junto desta sugestiva Gruta nos Jardins do Vaticano, para concluir o mês mariano, oferece-nos a feliz oportunidade de parar em oração com Maria, quase prolongando, num clima de recolhimento familiar, a alegria e a maravilha pela superabundante efusão do Espírito Santo.

Hoje, mais do que nunca, Maria aparece-nos como figura e modelo da Igreja que, sustentada pelo Espírito, leva ao mundo Cristo Salvador. As Leituras bíblicas próprias da festa da Visitação apresentam a Virgem que, trazendo no seio o Filho de Deus há pouco concebido pelo poder do Altíssimo, vai prestar ajuda à idosa prima Isabel. É a arca da Nova Aliança, que traz em si o cumprimento das promessas messiânicas. O encontro entre as duas mulheres e os respectivos nascituros realiza-se na alegria suscitada pelo Espírito Santo e atinge o seu ápice no Magnificat, o cântico da esperança de quem crê no cumprimento das palavras do Senhor.

Neste ano, dedicado ao Espírito Santo, somos chamados a «redescobrir a virtude teologal da esperança» (Tertio millennio adveniente, 46). No encerramento da hodierna solenidade de Pentecostes, invocamos Maria como modelo e animadora de esperança no coração da Igreja, como no cenáculo de Jerusalém. À sua intercessão confiamos a missão evangelizadora ad gentes, para que, a dois mil anos daquele seu «sim», que abriu a porta à Redenção, o Verbo feito carne para a nossa salvação possa continuar a ser anunciado e testemunhado em todas as línguas do mundo e em cada ângulo da terra.

Imploramos, em particular, a materna protecção de Nossa Senhora sobre quantos vivem e trabalham no Vaticano, para que sejam sempre dóceis à acção do Espírito Santo e prestem o seu serviço, qualquer que seja, com humilde disponibilidade e generosa fidelidade.

Ó Maria, Templo glorioso do Espírito Santo, roga por nós!

 

 

top