The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
À CONFEDERAÇÃO INTERNACIONAL
DO CRÉDITO POPULAR

Sábado, 28 de Novembro de 1998

 

 

Caros amigos

Acolho-vos com alegria, a vós que representais a Confederação Internacional do Crédito Popular. Agradeço ao vosso Presidente, Senhor Giovanni De Censi, as suas cordiais palavras.

Desde a sua fundação, a vossa organização esforça-se, em particular, por sustentar as pequenas e médias empresas, ajudando assim agências locais que desempenham um papel primordial no desenvolvimento económico e demográfico duma região e dum país. Na difícil situação presente, desejais participar na luta contra o desemprego, para que todos possam ter um trabalho e, portanto, prover às suas necessidades e às da sua família.

Os princípios cooperativos que promoveis, reflectem alguns dos ensinamentos fundamentais da doutrina social que a Igreja convida a respeitar a dignidade dos trabalhadores. Cada empresa torna-se assim uma verdadeira comunidade humana, onde todos os membros são colaboradores a pleno título e protagonistas responsáveis, em vista da construção duma sociedade mais justa e solidária. A origem da vossa estrutura recorda que se pode associar um sistema bancário competitivo a opções mutualistas ao serviço das pessoas e do bem comum.

Desde há diversos decénios, a Confederação Internacional do Crédito Popular prossegue a sua acção, no respeito pelos valores espirituais e morais fundamentais. Possa ela manter sempre este espírito de serviço, para que os nossos contemporâneos tenham esperança quanto ao futuro!

Ao apresentar-vos os meus votos cordiais por um frutuoso prosseguimento do vosso trabalho, invoco sobre vós e os vossos entes queridos as Bênçãos de Deus Omnipotente.

 

 

 

 

top