The Holy See
back up
Search
riga

MENSAGEM DO PAPA JOÃO PAULO II
 POR OCASIÃO DAS CELEBRAÇÕES DO BICENTENÁRIO 
DAS APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA DE LA VANG

 

A D. Etienne NGUYÊN NHU THÊ 
Arcebispo de Huê

1. Por ocasião do encerramento do Ano Mariano e da 25ª peregrinação trienal ao Santuário de Nossa Senhora de La Vang, mediante a oração associo-me aos fiéis vietnamitas e aos peregrinos que têm recorrido à intercessão materna da Virgem Maria, implorando que a santíssima Mãe acompanhe a Igreja católica no Vietnã ao longo do seu itinerário rumo ao Senhor, assistindo-a no testemunho que está a dar no limiar do terceiro milénio. 

«Há dois mil anos que a Igreja é o berço onde Maria depõe Jesus e O confia à adoração e à contemplação de todos os povos» (Bula de Proclamação do Grande Jubileu do Ano 2000 Incarnationis mysterium, 11), que jamais deixam de invocar a Mãe de toda a misericórdia. Sob a sua protecção, os homens encontram sempre refúgio e coragem. Efectivamente, Maria «brilha como sinal de esperança segura e de consolação aos olhos do Povo de Deus peregrino» (Lumen gentium, 68), no meio das dificuldades deste mundo. É a Mãe da Igreja a caminho, que Ela continua a gerar, convidando incessantemente os homens a acolherem a promessa de Deus como Ela mesma fez e, com o auxílio do Espírito Santo, a serem missionários do Evangelho. 

2. Seguindo o seu exemplo de maneira totalmente especial na iminência do Grande Jubileu, durante o qual são chamados a uma conversão cada vez mais intensa, os fiéis afirmarão a própria fé, serão mais atentos à palavra de Deus e tornar-se-ão disponíveis aos próprios irmãos. Para todos os discípulos de Cristo, Maria é o paradigma por excelência da vida cristã. Ela dispõe os nossos corações ao acolhimento de Cristo convidando-nos, como fez com os servidores nas núpcias de Caná, a fazer tudo o que Ele disser (cf. Jo 2, 5). Exorta-nos a ir ao encontro daqueles que têm necessidade do nosso apoio e da nossa ajuda, como Ela mesma fez em relação à sua prima Isabel (cf. Lc 1, 39- 45). Assim, havemos de receber desta Mãe muito querida o «gosto» do encontro com Deus e da missão em benefício dos nossos irmãos, que são os dois aspectos da caridade cristã. 

Quando nos voltamos para Maria, a nossa esperança reaviva-se. Com efeito, Ela é membro da nossa humanidade e n'Ela contemplamos a glória que Deus promete àqueles que respondem ao seu apelo. Portanto, convido os fiéis a depositarem a própria confiança na nossa Mãe comum, não raro invocada com o vocábulo Stella Maris, a fim de que no meio das tempestades do pecado e das vicissitudes às vezes dolorosas da história, permaneçam firmemente apegados a Cristo e possam dar testemunho do seu amor. «Seguindo-a, não vos perdereis; suplicando-lhe, não conhecereis o desespero; pensando n'Ela, evitareis todos os erros. Se Ela vos sustentar, não vos desencorajareis; se vos proteger, nada temereis; sob a sua guia, desconhecereis o cansaço; graças ao seu favor, alcançareis o objectivo» (São Bernardo, Segunda homilia sobre as palavras do Evangelho: «O Anjo Gabriel foi enviado»). 

3. Quando acorrem ao Santuário de Nossa Senhora de La Vang, amado pelos fiéis vietnamitas, os peregrinos vão confiar-lhe as suas alegrias e tristezas, as suas esperanças e sofrimentos. Assim, dirigem-se a Deus e fazem-se intercessores pelas suas famílias e por todo o seu povo, pedindo ao Senhor que insira no coração de todos os homens sentimentos de paz, de fraternidade e de solidariedade, para que todos os habitantes do Vietnã se unam cada vez mais, em vista de edificar um mundo onde se possa viver bem, fundado sobre os valores espirituais e morais essenciais, e onde cada um possa ser reconhecido na sua dignidade de filho de Deus, recorrendo de forma livre e filial ao seu Pai celestial, «rico em misericórdia» (Ef 2, 4). 

4. Particularmente próximo de vós com o pensamento, neste período em que a Igreja no vosso País honra a Mãe do Salvador, confio-vos à intercessão de Nossa Senhora de La Vang e do íntimo do coração concedo a Bênção apostólica a Vossa Excelência, a todos os Pastores, aos peregrinos que visitarem o Santuário com espírito jubilar e aos fiéis católicos do Vietnã.

Vaticano, 16 de Julho de 1999.

PAPA JOÃO PAULO II

 

© Copyright 1999 - Libreria Editrice Vaticana

top