The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
ÀS IRMÃS PASSIONISTAS DE SÃO PAULO DA CRUZ
 POR OCASIÃO DO XIV CAPÍTULO GERAL

Sexta-feira, 17 de Dezembro de 1999

 

Caríssimas Irmãs Passionistas
de São Paulo da Cruz!

1. Sinto-me feliz em vos receber por ocasião do vosso XIV Capítulo Geral e saúdo-vos cordialmente. É uma saudação que desejo fazer chegar através de vós a todas as vossas Irmãs presentes em vinte e cinco nações em quatro continentes. Agradeço-vos a visita que, além de ser um gesto de filial devoção ao Sucessor de Pedro, constitui para mim a oportunidade de conhecer melhor a vossa Família religiosa e de apreciar a generosidade que a anima no serviço quotidiano à Igreja.

Apresento as minhas felicitações à Madre Antonella Franci, eleita para a tarefa de Superiora-Geral do Instituto, e invoco para ela abundantes luzes celestes em vista dum frutuoso empenho na sua nova e não fácil responsabilidade. Desejo de igual modo que esta vossa Assembleia, com a ajuda do Senhor e a assistência materna da Virgem Santíssima, suscite em cada uma de vós e em toda a vossa Congregação um renovado fervor espiritual, centrado na profunda, grata e dolorosa memória da Paixão de Jesus e das dores de Maria Santíssima, um empenho apostólico mais convicto e uma fidelidade activa ao carisma de Maria Maddalena Frescobaldi Capponi, leiga, esposa e mãe de família.

Encorajo-vos a prosseguir pelo caminho empreendido, animadas sempre pela caridade divina e pelo desejo de difundir em toda a parte o Evangelho de Cristo.

2. O vosso Capítulo Geral tem como objectivo principal tornar mais intenso o amor e o serviço aos mais necessitados, aderindo ao convite da Igreja para evangelizar o mundo de hoje, marcado por tantos desafios culturais, sociais e religiosos. Para esta finalidade, revela-se muito significativo o tema:  A internacionalização da Congregação desafia a Irmã Passionista a ser sinal profético de comunhão na inculturação do carisma em fidelidade à Fundadora.

Exorto-vos cordialmente a elaborar um projecto de formação e de actividade, que ajude a vossa Família religiosa e cada consagrada a pôr em prática o mandamento do amor, de acordo com o vosso carisma. Seguindo mais de perto Jesus crucificado, vivereis a vossa vocação religiosa, que vos leva a uma opção preferencial pelos mais pequeninos e pobres que precisam de educação, sobretudo pela mulher exposta ao risco de uma exploração desumana. No rosto de cada pessoa em dificuldade, podereis reconhecer o de Cristo e sereis, para todas as pessoas que encontrardes, testemunhas do amor de Deus.

3. Trata-se duma missão empenhativa, que requer uma espiritualidade profunda e enraizada no Evangelho. Por conseguinte, a vossa primeira tarefa seja procurar Deus, em constante escuta da sua palavra. Desta forma podereis viver plenamente a vossa peculiar missão na Igreja e na sociedade.

Caríssimas Irmãs, procurai encarnar cada vez mais a pedagogia de Maria Maddalena Frescobaldi Capponi, baseada no encontro, no diálogo aberto, acolhedor, solidário, capaz de suscitar relações novas com Deus, com o próximo e com a natureza. Dai atenção à vida fraterna fundada na contemplação e na experiência de Deus, que une a Ele e n'Ele nos torna capazes de comunhão e partilha na pluralidade e riqueza das culturas. Incentivai a busca duma sábia inculturação do vosso carisma, testemunhando que o Evangelho é destinado a todos os povos. Além disso, dedicai uma atenção particular à formação permanente, para serdes consagradas felizes, capazes de transmitir serenidade e esperança, misericórdia e solidariedade.

4. Caríssimas Irmãs, como é actual a vossa vocação! Sede fiéis ao espírito das origens, permanecendo ao lado dos necessitados com humildade e disponibilidade concreta. Amai a vida austera; negando-vos a vós mesmas e aceitando a cruz de Cristo na vossa vida, podereis realizar mais facilmente a nobre missão que Deus vos confia. Como recorda a existência da Fundadora, a sociedade tem necessidade precisamente disto:  de um amor crucificado! Conquistada pelo amor à cruz, ela fizera do Calvário o lugar certo no qual se refugiar.

Tanto  hoje  como  então,  sois  chamadas  a  esta  mesma  missão,  isto  é, a  ser  mães  espirituais  para  quem  sofre e bate à porta das vossas casas. Como no tempo de Maria Maddalena Frescobaldi Capponi, também nos nossos dias há tanta necessidade de sensibilidade materna, de compreensão e de ajuda concreta.

Sustente-vos o vosso celeste protector, São Paulo da Cruz, e a Mãe do Senhor vos ajude no vosso esforço quotidiano de doação e de testemunho evangélico. Fazendo votos por que a graça do Grande Jubileu do Ano 2000 constitua para todas vós a jubilosa ocasião de fervor e de renovada adesão a Cristo, concedo-vos de coração uma especial bênção, que faço extensiva com afecto a toda a vossa Família religiosa.

 

© Copyright 1999 - Libreria Editrice Vaticana

top