The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS PEREGRINOS DA REPÚBLICA TCHECA
VINDOS A ROMA PARA A ENTREGA DA ÁRVORE DE NATAL

Sábado, 18 de Dezembro de 1999

Senhor Presidente
Senhor Cardeal
Venerados Irmãos no Episcopado
Caríssimos Irmãos e Irmãs da República Tcheca!

1. Com grande alegria saúdo todos vós, que viestes para a entrega do abete vindo da querida Nação tcheca. Este presente de Natal testemunha o sentido de respeito e de deferência que o amado povo tcheco nutre pela Sé Apostólica e, ao mesmo tempo, é símbolo de cordial participação na alegria das festas natalícias que se celebram aqui no Vaticano, com a particular solenidade que o início do Grande Jubileu requer.

Já ontem pude encontrar numerosos representantes da República Tcheca por ocasião da Audiência concedida aos participantes no Congresso Internacional sobre João Hus, um importante momento de reflexão sobre uma página dolorosa da história religiosa e civil da Nação. E agora tenho a alegria de poder dirigir a minha cordial saudação ao Presidente da República Tcheca, Senhor Václav Havel, e à Ex.ma Esposa. Agradeço-lhe, Senhor Presidente, as nobres palavras com que quis sublinhar o significado da iniciativa assumida pelo Governo de presentear o Papa com a magnífica árvore de Natal, que se ergue majestosa ao lado do Presépio na Praça de São Pedro. Saúdo, além disso, o Senhor Cardeal Miloslav Vlk e agradeço-lhe as expressões de afecto fraterno que me dirigiu. Enfim, faço extensiva a minha saudação cordial a D. Frantisek Lobkowicz, aos Bispos da inteira Conferência Episcopal Tcheca, aos fiéis da diocese de Ostrava-Opava, principais artífices da concretização desta iniciativa, e aos fiéis da Comunidade tcheca de Roma.

A todos vós, aos vossos colaboradores que ficaram em casa, aos patrocinadores e a quantos se prestaram para o transporte da árvore, exprimo os meus mais vivos agradecimentos pelo contributo oferecido por cada um. Dirijo uma saudação especial à banda "Valasský-vojvoda", que acompanha o alegre encontro durante o qual se acendem as luzes da árvore. Graças a vós, a festa do Natal do Senhor, aqui na Praça de São Pedro, será certamente mais solene.

2. Este abete, que já há alguns dias se eleva para o céu adornado de luminárias sugestivas, provém da montanha Beskydy, Região de Ostrava e Opava, nos arredores de Morávka. Juntamente com esta árvore, quisestes oferecer outros pequenos abetes que serão colocados em vários lugares do Palácio Apostólico e da Cúria, todos enfeitados com produtos do trabalho artesanal da mesma Região. Além disso, unistes três estátuas vestidas com os costumes tradicionais de Valassako, que estão colocadas ao lado daquelas habitualmente usadas no Presépio da Praça de São Pedro. A árvore de Natal, juntamente com o Presépio, cria o clima típico do Natal e pode ajudar-nos a compreender melhor a mensagem de salvação que Cristo veio trazer com a sua Encarnação. Da manjedoura de Belém à Cruz no Gólgota, Ele deu testemunho, com a sua vida inteira, do amor de Deus pelos homens. Ele é, segundo o evangelista João, "a luz verdadeira que a todos ilumina" (1, 9).

Como símbolo desta Luz, brilham as luzes na árvore de Natal para fortalecer em nós a consciência do grande mistério: em Cristo está presente a luz capaz de transformar o coração do homem.

3. Caríssimos Irmãos e Irmãs, enquanto de coração vos agradeço esta visita, formulo a todos vós e aos vossos entes queridos os melhores votos para um alegre Natal e um feliz Ano Novo no calor das vossas famílias. Possam as iminentes festas natalícias suscitar e revigorar em todos a fé na presença e no amor de Deus.Com estes sentimentos, de bom grado concedo a vós, aos vossos familiares e à vossa inteira Nação, uma especial Bênção Apostólica.

© Copyright 1999 - Libreria Editrice Vaticana

top