...
The Holy See
back up
Search
riga

VIAGEM APOSTÓLICA DE JOÃO PAULO II
MÉXICO E ESTADOS UNIDOS

DISCURSO DO SANTO PADRE 
ÀS CRIANÇAS DO HOSPITAL PEDIÁTRICO
 "CARDINAL GLENNON" 

São Luís, 26 de Janeiro de 1999

 

Às crianças do Hospital Pediátrico 
«Cardinal Glennon» 

Durante a minha visita a São Luís, queridas crianças, tenho a alegria de poder encontrar pessoalmente e abraçar, uma por uma, algumas de vós no Centro «Kiel». 

Todas vós estais no meu coração, embora hoje eu não tenha podido ver- vos todas. Desejo que os meninos e meninas que são cuidados pelo Hospital Pediátrico «Cardinal Glennon», e todas as crianças doentes, onde quer que se encontrem, saibam que o Papa ora por cada uma delas. 

Sabeis quanto Jesus amou as crianças e quanto Se alegrava ao estar com elas. Também vós sois muito especiais para Ele. Algumas de vós e alguns dos vossos amigos sofreram muito, e sentis o peso daquilo que vos aconteceu. Desejo exortar-vos a ser pacientes e a estar perto de Jesus, que sofreu e morreu na Cruz por amor de vós e de mim. 

Ao vosso redor estão pessoas que muito vos amam. Entre elas, as Irmãs Franciscanas de Maria que, durante muitos anos, têm administrado com fidelidade este Hospital. Estão também aqueles que actualmente cuidam de vós e os que trabalham com denodo para sustentar o Hospital Pediátrico «Cardinal Glennon». E com certeza estão as vossas famílias e amigos que vos amam muito e desejam que sejais fortes e corajosos. Sinto-me feliz por abençoá-los. 

Hoje, penso de igual modo em muitas outras pessoas doentes na Arquidiocese de São Luís e noutros lugares. Envio as minhas saudações a todos os doentes, aos que sofrem e são idosos, e asseguro-lhes que ocupam um lugar especial nas minhas orações diárias. Eles desempenham um papel particularmente fecundo no coração espiritual da Igreja.

Convido todos os doentes a terem confiança em Jesus que disse: «Eu sou a ressurreição e a vida» (Jo 11, 25). Em união com Ele, também as nossas provações e os nossos sofrimentos são preciosos para a redenção do mundo. Que Maria, sua Mãe, vos acompanhe e cumule de alegria os vossos corações! Com a minha Bênção Apostólica. 

São Luís, 26 de Janeiro de 1999.

 

 

top