The Holy See
back up
Search
riga

VIAGEM APOSTÓLICA DO PAPA JOÃO PAULO II
À POLÓNIA (5 A 7 DE JUNHO DE 1999)

SAUDAÇÃO DO SANTO PADRE
AOS PEREGRINOS REUNIDOS
NO SANTUÁRIO MARIANO
 DA VIRGEM DE JASNA GÓRA

Czêstochowa, 17 de Junho de 1999

 

1. «Maria, desde sempre és a Rainha da Polónia! Maria, dize uma palavra em nosso favor!».

No percurso da minha peregrinação na Pátria, não podia faltar o Santuário de Jasna Góra. Este lugar é muito querido ao meu coração e a cada um de vós, caros Irmãos e Irmãs. Habituámo-nos a vir aqui e a trazer à Mãe do Filho de Deus e nossa Mãe, os problemas pessoais e familiares, e também as grandes questões nacionais, tal como fizeram os nossos antepassados durante séculos inteiros.

Acostumámo-nos a dizer tudo isto Àquela que está presente de modo particular no mistério de Cristo e da Igreja, no mistério de cada homem. Maria como Mãe do Salvador é também Mãe de todo o Povo de Deus e acompanha-o no caminho da fé e da vida quotidiana.

Estou feliz porque hoje me é dado encontrar-me mais uma vez neste santo lugar, neste particular lugar de oração, e olhar de perto o Rosto da nossa Mãe. Mediante «a sua fé, caridade e perfeita união com Cristo» (cf. Lumen gentium, 63), ela tornou-se para nós um vivo modelo de santidade e de amor à Igreja.

2. Saúdo com muito afecto os Padres Eremitas de São Paulo – Guardiães deste Santuário, tendo à frente o Padre-Geral e o Padre Prior. Saúdo D. Stanislaw – Pastor da Igreja de Czêstochowa, o Auxiliar D. Antoni, os sacerdotes diocesanos e religiosos, as religiosas e todas as pessoas consagradas. De todo o coração saúdo os habitantes desta cidade e os peregrinos que vieram de várias partes da Polónia.

3. Vim a Jasna Góra como peregrino, para prestar homenagem a Maria, Mãe de Cristo, para lhe suplicar e orar com Ela.

Quero agradecer-lhe a protecção durante estes dias do meu serviço pastoral à Igreja na minha Pátria. Ao longo de todo o percurso desta peregrinação Maria esteve presente connosco, suplicando para nós, junto do seu Filho, dons espirituais a fim de «fazermos tudo o que Ele nos disser» (cf. Jo 2, 5).

Agradeço-lhe todo o bem espiritual e material que se realiza na terra polaca.

Confio-me à materna protecção da Senhora de Jasna Góra, assim como a Igreja e todos os meus compatriotas, sem excluir ninguém. A Ela confio todo o coração polaco, cada lar e cada família. Todos somos seus filhos. Seja Maria exemplo e guia no nosso trabalho quotidiano e difícil. Ajude cada um a crescer no amor a Deus e aos homens, a construir o bem comum da Pátria, a introduzir e consolidar a justa paz nos nossos corações e nos nossos ambientes.

Peço-te, Mãe de Jasna Góra, Rainha da Polónia, abraça com o teu coração de Mãe a minha Nação inteira. Aumenta a sua coragem e as forças do espírito, a fim de que possa assumir a grande responsabilidade que lhe compete. Que ela cruze com fé, esperança e caridade o limiar do terceiro milénio e adira ainda mais fortemente ao teu Filho, Jesus Cristo, e à sua Igreja edificada sobre o fundamento dos Apóstolos. Nossa Mãe de Jasna Góra, ora por nós e guia-nos, a fim de podermos testemunhar Cristo Redentor de todo o homem.

«Cuida da Nação inteira que vive para a tua glória, ó Maria, que ela se desenvolva de maneira esplêndida!».

 

© Copyright 1999 - Libreria Editrice Vaticana

top