The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS MEMBROS DA SOCIEDADE DO DIVINO SALVADOR

Sexta-feira, 19 de Março de 1999

Caro Padre Hoffman
Sacerdotes
Irmãos e Irmãs salvatorianos
Queridos amigos em Cristo!

É-me muito grato estar convosco, membros da Sociedade do Divino Salvador, e agradeço ao Padre Hoffman as amáveis palavras de boas-vindas que me dirigiu. No amor do Redentor saúdo todos vós: «Graça e paz vos sejam dadas da parte de Deus, nosso Pai, e de Jesus Cristo nosso Senhor» (Rm 1, 7).

Hoje, fazemos uma breve pausa no nosso itinerário quaresmal celebrando a solenidade de São José, Esposo da Bem-aventurada Virgem Maria e Padroeiro da Igreja universal. A reflexão sobre a sua atitude de solicitude e protecção para com Maria e o Menino Jesus oferece uma espécie de moldura à visita que vos faço nesta tarde. Com efeito, semelhantes sentimentos eram nutridos pelo vosso Fundador, Padre Francisco Maria da Cruz Jordan, sobre cujo túmulo há pouco rezei: ele estava impregnado de devoção à Mãe de nosso Senhor e de solicitude por Cristo e pela sua Igreja. Foram precisamente esta solicitude e esta devoção que impeliram o Padre Jordan, ao retornar a Roma após uma viagem à Terra Santa, a pronunciar os votos religiosos com outros dois sacerdotes e a tomar o nome de Francisco Maria da Cruz. Nasceu então a Sociedade do Divino Salvador, que depois se desenvolveu, levando a obra da graça do seu apostolado a todos os continentes.

Compete agora a vós, caros Irmãos e Irmãs, prosseguir a obra do Padre Jordan que consiste em fazer conhecer Cristo, como Salvador do mundo. Sim, na vigília do terceiro milénio cristão, os homens e as mulheres modernos têm, mais do que nunca, necessidade deste conhecimento, desta verdade que os torna livres (cf. Jo 8, 32). «A vida eterna consiste nisto: Que Te conheçam a Ti, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a Quem enviaste» (Jo 17, 3). Através do testemunho do vosso empenho e mediante o exemplo da vossa generosidade e do vosso amor infinitos – tais como foram demonstrados por São José e pelo vosso Fundador – o mundo será cada vez mais libertado do vínculo do pecado e da morte, o Evangelho será proclamado com maior entusiasmo e vigor, a fé aumentará e a própria Igreja crescerá em santidade e graça. Estes são os resultados certos duma vida despendida a fim de que os outros tenham fé e esperança.

Portanto, como é particularmente oportuno neste dia dedicado à recordação do pai putativo de nosso Senhor, invoco sobre todos os Salvatorianos a protecção de São José.

Mediante a sua poderosa intercessão oro para que possais continuar a dar um testemunho fiel e eloquente do carisma do Padre Francisco Maria da Cruz, e estar repletos de intenso amor por Cristo e pela sua Igreja, e de grande devoção para com a nossa Mãe Santíssima! Que a vossa vida de serviço generoso, em particular entre os jovens e nas missões, inspire outros a abraçarem a fé sempre mais plenamente, de maneira que possam escutar a Palavra de Deus e observá-la (cf. Lc 11, 28; e também Mt 1, 24).

Deus Omnipotente derrame sempre sobre vós as suas abundantes bênçãos!

© Copyright 1999 - Libreria Editrice Vaticana

top