The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II 
NO INÍCIO DA SANTA MISSA CONCELEBRADA 
COM OS PRESIDENTES DAS CONFERÊNCIAS 
EPISCOPAIS REGIONAIS ITALIANAS 

Terça-feira, 18 de Maio de 1999

 

Caríssimos Irmãos, Presidentes das Conferências Episcopais regionais italianas, é-me grato celebrar hoje juntamente convosco a Santa Missa, e o meu pensamento estende-se com afecto a todos os Prelados italianos, que terei a alegria de encontrar, se Deus quiser, depois de amanhã, durante os trabalhos da Assembleia Geral da Conferência Episcopal. 

Esta manhã desejo orar juntamente convosco pela Itália, que vive neste tempo uma etapa importante do seu caminho. Confio ao Senhor o seu povo, as suas esperanças e expectativas, os seus problemas e preocupações, o seu presente e o seu futuro. 

Deponhamos sobre o altar do Senhor de modo especial os projectos e as iniciativas pastorais, invocando a graça divina para a inteira organização eclesial nacional. Peçamos ao Senhor que torne frutuosos os esforços que os fiéis fazem para testemunhar o Evangelho. Invoquemos o Espírito Santo para que, durante esta novena de Pentecostes, derrame sobre a Itália, que se encaminha pra o Terceiro Milénio, a sua luz e a sua força. 

Confiemos todas as nossas intenções à materna protecção de Maria Santíssima, tão venerada em todas as regiões italianas, e à intercessão de São Francisco de Assis, de Santa Catarina de Sena e dos Santos protectores de cada uma das Igrejas. 

Na primeira Leitura ouviremos ressoar algumas palavras do apóstolo Paulo, que nos convidam a reflectir sobre o nosso ministério de Pastores ao serviço do Povo cristão: «A meus olhos, a vida não tem valor algum, desde que eu possa concluir a minha carreira e cumprir a missão que recebi do Senhor Jesus, dando testemunho da Boa Nova da graça de Deus» (Act 20, 24). 

E além disso: «Jamais recuei, quando era preciso anunciar-vos todos os desígnios de Deus» (ibid., 20, 27).

 

© Copyright 1999 - Libreria Editrice Vaticana

top