The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO SANTO PADRE 
À DELEGAÇÃO DA EX-REPÚBLICA JUGOSLAVA 
DA MACEDÓNIA POR OCASIÃO DA SOLENIDADE
 DOS SANTOS IRMÃOS CIRILO E METÓDIO 

Sábado, 22 de Maio de 1999

   

Estimado Senhor Primeiro-Ministro
Prezados Amigos

Todos os anos a Festividade dos Apóstolos dos Eslavos, Cirilo e Metódio, traz uma Delegação da Macedónia a Roma, para honrar as relíquias de São Cirilo na igreja de São Clemente. Nestas ocasiões, é com prazer que me encontro com Vossa Excelência, que representa a vida civil e religiosa do seu país. 

Já há muitas semanas que vós e o vosso povo vos encontrais envolvidos na terrível crise que, dia após dia, continua a semear inauditos sofrimentos, morte e destruição nos Balcãs, deixando centenas de milhares de seres humanos a chorar a perda dos familiares, das propriedades e dos direitos humanos. Não obstante as enormes dificuldades, o vosso país tornou-se um porto seguro para inúmeros refugiados e, com coragem e generosidade, procurais aliviar a sua imediata desgraça e miséria. 

Ao expressar-vos, bem como aos vossos compatriotas, o apreço meu e da Igreja por tudo o que estais a fazer, exorto de novo os responsáveis de todo o coração, a fim de que ponham fim à violência e entreteçam um diálogo aberto e sincero, destinado a criar um fundamento justo e duradouro para a concertação e a paz. A minha mais sentida oração é por que, por intercessão dos dois Santos irmãos, toda essa região redescubra a comunhão fraterna de cada um dos seus povos, a fim de que quando terminarem as actuais violência e desgraça, ela possa constituir para o resto da Europa e para o mundo inteiro um clarividente exemplo de coexistência pacífica no respeito mútuo e na liberdade. 

Dilectos amigos, faço votos por que esta peregrinação vos dê força e encorajamento no serviço ao bem comum do vosso povo. Deus abençoe o vosso país e os seus cidadãos!

 

© Copyright 1999 - Libreria Editrice Vaticana

 

top