The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO SANTO PADRE À
 DELEGAÇÃO DA EX-REPÚBLICA
JUGOSLAVA DA MACEDÓNIA

22 de Maio de 2000

  

Senhor Presidente
Senhoras e Senhores!

Tenho o prazer de vos acolher hoje no Vaticano. Mais uma vez, neste ano, segundo uma tradição já consolidada, uma Delegação de dignitários da ex-República Jugoslava da Macedónia veio aqui para fazer uma respeitosa visita ao túmulo de São Cirilo. Obrigado, Senhor Presidente, pelas suas cordiais palavras em nome de todos os presentes.

A cerimónia solene, por meio da qual a vossa representação deseja comemorar os Santos Cirilo e Metódio, co-Padroeiros da Europa, realiza-se numa antiga Basílica, situada perto do Coliseu, que conserva as veneráveis relíquias de São Clemente de Roma, terceiro Sucessor de Pedro, e de São Cirilo, o mais jovem dos Santos Irmãos de Salonica, os Apóstolos dos Eslavos. Os nomes destas grandes testemunhas da fé evocam nobres recordações.

Hoje em particular, os nossos pensamentos dirigem-se para o rico património cultural da Europa oriental, edificada sobre os fundamentos lançados pelos Santos Cirilo e Metódio. Com efeito, estes dois ilustres irmãos ofereceram "uma contribuição valiosa para a formação das raízes cristãs comuns da Europa, raízes estas que, pela sua solidez e pela sua vitalidade, constituem um dos pontos de referência mais seguros, de que não pode prescindir qualquer esforço sério no sentido de recompor, de modo novo e actual, a unidade do continente" (Encíclica Slavorum Apostoli, 25). Para o Leste e o Oeste, através do intercâmbio recíproco de dons, o desafio hoje consiste em tornar a "casa comum da Europa" sempre mais um lugar de civilização, de fraternidade, de solidariedade e de respeito.

Estes vínculos de solidariedade entre os povos da Europa assumem um significado particular neste Ano jubilar, no qual a Igreja celebra o bimilenário da Encarnação do Filho de Deus. O grande Jubileu é um tempo de graça e de renascimento espiritual, nos quais aquele que crê em Cristo é chamado a participar, compartilhando a própria alegria com todos os homens e mulheres de boa vontade.

Ao haurirdes inspiração da riqueza e do vigor da herança que os Santos Cirilo e Metódio vos deixaram, oxalá os habitantes da ex-República Jugoslava da Macedónia encontrem nova força interior para continuar na grande tarefa de edificar o próprio País na paz e na harmonia. Com afecto asseguro-vos a minha lembrança na oração e invoco sobre a vossa nação as abundantes bênçãos de Deus Omnipotente.

 

© Copyright 2000 - Libreria Editrice Vaticana

 

top