The Holy See
back up
Search
riga

PALAVRAS DO SANTO PADRE
 NA CONCLUSÃO DO MÊS MARIANO
 NOS JARDINS DO VATICANO

Quarta-feira, 31 de Maio de 2000

 

Caríssimos Irmãos e Irmãs

1. É sempre sugestivo este momento de fé e de devota homenagem a Maria, que conclui o mês mariano de Maio. Recitastes o Santo Rosário, caminhando rumo a esta Gruta de Lourdes, que se encontra no centro dos Jardins do Vaticano. Aqui, diante da imagem da Virgem Imaculada, depusestes nas suas mãos as vossas intenções de oração, meditando sobre o mistério que hoje se celebra:  a Visitação de Maria a Santa Isabel.

Neste evento, narrado pelo Evangelista Lucas, transparece uma "visitação" mais profunda:  aquela que Deus faz ao seu povo, saudada pela exultação do pequeno João o maior dos que nasceram de mulher (cf. Mt 11, 11) ainda no ventre da mãe. Assim, o mês mariano conclui-se no sinal do gozo segundo mistério "gozoso" ou seja, no sinal da alegria, do júbilo.

"Magnificat anima mea Dominum / et exultavit meus in Deo salutari meo" (Lc 1, 46-47). Assim canta a Virgem de Nazaré, que contempla o triunfo da divina misericórdia. Ela é imbuída da íntima exultação pelos desígnios de Deus, que prefere os humildes e os pequeninos e os cumula com os Seus bens. Esta é a alegria no Espírito Santo, que fará exultar o coração mesmo do Redentor, comovido porque apraz ao Pai revelar aos pequeninos os mistérios do Reino dos céus.

2. "Magnificat anima mea Dominum!". Assim cantamos também nós nesta tarde, com a alma repleta de reconhecimento a Deus. Damos-lhe graças porque neste mês de Maio do grande Jubileu nos fez experimentar com especial intensidade a presença da Mãe do Redentor, presença assídua e orante, como na primeira Comunidade de Jerusalém. Possa o seu cântico de louvor tornar-se o canto de cada alma cristã pelo grande mistério do amor de Deus que, em Cristo, "visitou e redimiu o seu povo" (Lc 1, 68)!

Estes são os meus bons votos, na conclusão do mês mariano e nesta vigília da Ascensão de Jesus, que nos convida a dirigir o olhar para o Céu, onde Ele nos espera, sentado à direita do Pai.
Ao regressardes aos vossos lares, levai a alegria deste encontro e conservai o olhar fixo na alma de Jesus, na esperança de poderdes um dia estar com Ele, unidos na mesma glória. Acompanhe-vos Maria com materna solicitude no vosso caminho!

Com estes sentimentos, concedo do íntimo do coração a Bênção apostólica a todos vós aqui presentes e aos vossos entes queridos.

top