The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS RESPONSÁVEIS PELA PASTORAL JUVENIL
EM VISTA DO XV DIA MUNDIAL DA JUVENTUDE

Sábado, 15 de Janeiro de 2000

Caros Amigos!

1. Sede bem-vindos! Saúdo-vos e acolho-vos cordialmente com alegria enquanto, como representantes das Conferências Episcopais e dos Movimentos, Associações e Comunidades eclesiais, estais a participar no II Encontro internacional em vista do próximo Dia Mundial da Juventude. Agradeço ao Pontifício Conselho para os Leigos e ao Comité Italiano para o XV Dia Mundial da Juventude o trabalho de organização e coordenação que estão a realizar para preparar este grande evento jubilar.

Num certo sentido, vós representais as multidões de jovens que, de todas as partes do mundo, já há muito tempo se puseram idealmente a caminho de Roma. Por vosso intermédio, quereria saudar cada um e dizer-lhes: "O Papa quer-vos bem, conta convosco e espera-vos para a grande festa de fé e de testemunho, que celebraremos juntos no próximo mês de Agosto!": "Fará muito calor, talvez mais do que em Paris".

2. Os Dias Mundiais da Juventude já constituem um significativo acontecimento na peregrinação das jovens gerações, que teve início em 1985. Eles são providenciais ocasiões para proclamar e celebrar o mistério de Cristo, Salvador e Redentor do homem, proposto aos jovens do nosso tempo como fundamento da sua vida de fé e de empenho ao serviço dos irmãos.

Depois, neste ano o Dia Mundial encontra a sua colocação no itinerário espiritual do Jubileu, e torna-se assim o "Jubileu dos Jovens": uma circunstância privilegiada para juntos contemplarmos o mistério da Encarnação do Filho de Deus, adorarmos e louvarmos o Emanuel, o Deus connosco, e descobrirmos as consequências que, para a vida de cada dia, derivam de tão forte experiência espiritual.

3. Peço ao Senhor para que o próximo Dia Mundial da Juventude se torne para todos os participantes um estímulo a professar de maneira coral a fé, no início do terceiro milénio. Nesta Cidade e nesta Igreja de Roma, que se tornaram fecundas pelo sangue dos Apóstolos e dos mártires, os jovens do mundo encontrar-se-ão para fixar o olhar em Jesus, autor e realizador da fé (cf. Hb 12, 2) e para Lhe dar a resposta do próprio empenho cristão.

Estou certo de que partirão de novo pelas estradas da vida para serem os operários da nova evangelização. Com efeito, compete-lhes principalmente a tarefa de "transportar" o Evangelho ao primeiro século do novo milénio (cf. Tertio millennio adveniente, 58), modulando a existência quotidiana segundo os valores imutáveis, contidos neste eterno e perene "Livro da Vida".

Ao invocar sobre o vosso trabalho a protecção materna da Virgem Santíssima, apresento-vos as minhas felicitações de bom ano 2000 e a todos concedo a minha Bênção.

© Copyright 2000 - Libreria Editrice Vaticana

top