The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO SANTO PADRE
POR OCASIÃO DA ASSINATURA
 DO ACORDO ENTRE A
SANTA SÉ E A REPÚBLICA ESLOVACA

24 de Novembro de 2000

 

Ilustres Senhores, Gentis Senhoras

Tenho a alegria de poder acolher-vos no termo da solene assinatura do acordo-base entre a Santa Sé e a República Eslovaca sobre algumas matérias relativas às relações entre a Igreja e o Estado.

Dirijo a minha cordial e deferente saudação a Vossa Excelência, Senhor Primeiro-Ministro, a quem agradeço as amáveis palavras que me dirigiu também em nome do Presidente da República eslovaca. Saúdo também o Senhor Vive-Presidente do Conselho Nacional, o Senhor Ministro para os Negócios Estrangeiros e as outras Autoridades da Delegação. A minha saudação estende-se também a Vossa Eminência, Senhor Cardeal, ao Núncio Apostólico, aos Bispos presentes, assim como aos outros componentes do séquito e aos representantes da imprensa e das comunicações sociais.

O momento que vivemos reveste uma notável importância para a posição jurídica da Igreja e das suas instituições em relação ao Estado. Com o novo Acordo internacional é, de facto, garantido à Igreja o livre exercício da sua missão, em particular no que concerne ao culto, ao governo pastoral, ao ensino e aos outros aspectos da vida eclesial.

Estou convicto de que a nova atmosfera criada pelo Acordo favorecerá um sempre melhor entendimento entre as Autoridades do Estado e os Pastores da Igreja, em vantagem do bem comum da Nação.

Como não ver, por exemplo, a importância de um entendimento na formação dos jovens que representam o futuro da Igreja e da sociedade? Nem se deve esquecer a incidência que sobre o autêntico progresso da sociedade exerce a salvaguarda do património cultural, no qual tão grande parte têm os valores religiosos, que constituem o fundamento sobre o qual se desenvolveu a rica tradição do povo eslovaco.

Senhor Primeiro-Ministro, ao confiar-lhe a tarefa de transmitir a minha deferente e cordial saudação ao Senhor Presidente da República eslovaca, asseguro uma especial oração pelo amado povo eslovaco, sobre o qual invoco abundantes favores de Deus. Confio todos os fiéis à protecção de Maria, Nossa Senhora das Dores, venerada com particular devoção na Basílica de Sastin.

Acompanho estes meus sentimentos e votos com uma especial Bênção, penhor do meu afecto e da minha constante recordação.

 

© Copyright 2000 - Libreria Editrice Vaticana

 

top