The Holy See
back up
Search
riga

PALAVRAS DO SANTO PADRE
 NO ENCERRAMENTO DOS EXERCÍCIOS
 ESPIRITUAIS DOS PRELADOS DA
 CÚRIA ROMANA

Sábado, 10 de março de 2001

 

 


1. Concluímos os Exercícios Espirituais com uma meditação sobre o "Magnificat". Quero que esta minha breve intervenção se faça eco do cântico de Maria, exprimindo com as suas palavras um sentido obrigado ao Senhor por quanto nos deu nestes dias de silêncio e de recolhimento.

Guiou-nos na contemplação dos divinos mistérios a pregação do querido Arcebispo de Chicago, o Senhor Cardeal Francis Eugene George. A Ele, venerado Irmão, também em nome dos Senhores Cardeais e Prelados da Cúria Romana que participaram nos Exercícios, exprimo o mais cordial agradecimento. O estilo pessoal e sóbrio adoptado por Ele fez realçar em toda a sua eficácia a Palavra evangélica. Verdadeiramente, Ele fez-nos sentir São Lucas como companheiro de viagem neste nosso itinerário quaresmal. Ao aprofundamento do texto bíblico, Ele uniu estimulantes testemunhos tirados da sua rica experiência de missionário e de Bispo, que favoreceram a aplicação das reflexões à vida. À volta dos grandes temas da conversão, da liberdade e da comunhão, Ele conduziu-nos em cada dia a contemplar Cristo e a aprofundar a fé n'Ele, esta fé que é "para todos os povos".

2. Foram frequentes também as referências aos Documentos elaborados depois das recentes Assembleias sinodais continentais. Isto contribuiu para dar ao nosso retiro um clima intensamente apostólico, muito mais apropriado ao tempo eclesial que estamos a viver, na sequência do Grande Jubileu do Ano 2000.

É um tempo que eu quis pôr sob o signo da palavra de Cristo a Pedro:  "Duc in altum", "faz-te ao largo" (Lc 5, 4). Sabemos qual foi a resposta de Simão; "À tua palavra lançarei as redes" (Lc 5, 5). "À tua palavra":  foi quanto quisemos fazer nestes dias. Permanecemos na escuta do Senhor para reforçar, com a ajuda do Espírito Santo, a fé, fortalecer a esperança e reavivar a caridade.

Confiando na eficácia da palavra de Cristo, a Igreja lança as redes no vasto oceano do novo milénio há pouco iniciado. É uma rede especial:  o que nela fica preso acaba libertado! A fé em Cristo é, com efeito, liberdade que nasce da conversão pessoal e que abre à comunhão com todos os homens.

3. Obrigado, Senhor Cardeal, por nos ter guiado neste caminho. O Senhor o recompense da sua parte. Por nossa vez, asseguramos-lhe a lembrança na nossa oração, invocando para Vossa Eminência e o seu ministério a assistência maternal da Senhora Imaculada, Mãe da sua consagração missionária.

Dirijo um cordial agradecimento a quantos colaboraram para o melhor desenvolvimento dos Exercícios Espirituais, no que diz respeito à animação litúrgica bem como ao serviço de acolhimento.

Maria nos ajude a todos a fazer um tesouro dos dons espirituais recebidos no decurso dos Exercícios Espirituais e a continuar com um impulso renovado o itinerário quaresmal. Com estes sentimentos, de boa vontade concedo a todos uma especial Bênção apostólica.

 

 

 

top