The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO SANTO PADRE
 AOS MEMBROS DO
INSTITUTO DA ENCICLOPÉDIA ITALIANA

31 de Março de 2001

 

 


Senhor Cardeal,
Senhor Presidente,
Ilustres Estudiosos

1. Recebo hoje, de boa vontade, da Direcção da prestimosa Enciclopédia Italiana uma obra valiosa, numa belíssima encadernação, realizada na ocasião do Grande Jubileu do Ano 2000. Os três volumes da Enciclopédia dos Papas apresentam-se como um dos frutos culturais mais importantes do Ano jubilar. Agradeço-vos do coração por esta oferta verdadeiramente preciosa.

Trata-se de uma obra excepcional, realizada por 137 colaboradores de cerca de doze Países diferentes, sob a orientação de Mestres eminentes. Com cuidada disciplina científica e rica iconografia original, a Enciclopédia testemunha a surpreendente continuidade do Papado através das vicissitudes da história. Oferece, ao mesmo tempo, uma ampla visão sobre dois milénios de cristianismo há pouco concluídos. Enriquece-a com o seu douto prefácio o Cardeal Paul Poupard, Presidente do Pontifício Conselho da Cultura. Dirijo-lhe a minha cordial saudação, agradecendo-lhe as palavras amigas com que interpretou os sentimentos de todos. Saúdo, depois, o Presidente da Trecani e todos os presentes, interessados, de diversas maneiras, na obra.

Esta monumental realização, já considerada pelos estudiosos como ponto obrigatório de referência, destina-se a fornecer um contributo substancial não somente à história da Igreja, mas à própria cultura, no começo do terceiro milénio.

2. O Papado assinalou a história da humanidade, a partir da vida de um desconhecido pescador da Galileia, Simão filho de Jonas, a quem Cristo deu o nome de Pedro. Sou o seu humilde Sucessor, numa continuidade bimilenar não isenta de provas duríssimas, até ao martírio. Mártir foi, antes de tudo, Pedro, que derramando o seu sangue na capital do Império, fez de Roma o centro da cristandade. Esta Enciclopédia dos Papas introduz o leitor num mundo que tem, segundo a vontade do Senhor, nos Sucessores do Apóstolo o seu ponto de referência constante, em condições históricas diversas e, às vezes, dramáticas. Através da sucessão de tantos Pontífices diversos na proveniência, cultura e estilos de vida, o Papado, mesmo renovando-se continuamente, manteve a sua identidade essencial no desenvolvimento histórico da sua função.

A Enciclopédia dos Papas põe mesmo em relevo a relação histórica vital que liga o Papado de modo especial à Itália, na realização de um ministério verdadeiramente universal como é o católico. Tal vínculo é bem testemunhado pelo riquíssimo património artístico e cultural que Roma e a Itália guardam, como testemunho eloquente da inculturação do Evangelho.

3. O Senhor vos pague por ter querido oferecer aos leitores atentos o fruto de um precioso trabalho de pesquisa histórica e rigor metodológico, séria análise cíentífica, cuidadosa apresentação bibliográfica. Alegro-me vivamente pelo longo e diligente trabalho da Redação, conduzido sobre bases seguras de conhecimento e sem quaisquer intenções apologéticas. Agradeço sentidamente aos Órgãos do Instituto da Enciclopédia Italiana por esta iniciativa editorial de alto valor cultural que os honra, e, ao mesmo tempo que lhes garanto a minha lembrança na oração, concedo a todos a minha afectuosa Bênção.

 

 

top