The Holy See
back up
Search
riga

PEREGRINAÇÃO JUBILAR À GRÉCIA, SÍRIA E MALTA

ORAÇÃO DO PAPA JOÃO PAULO II
PELA PAZ NA TERRA SANTA

Igreja Greco-Ortodoxa de Quneitra
Segunda-feira, 7 de Maio de 2001

 

"Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus" (Mt 5, 9). A partir deste lugar, tão desfigurado pela guerra, desejo elevar o meu coração e a minha voz em oração pela paz na Terra Santa e no mundo inteiro. A paz genuína é uma dádiva de Deus. A nossa abertura a este dom exige a conversão do coração e uma consciência obediente à sua Lei. A minha oração faz-se mais intensa, quando penso nas tristes notícias dos conflitos e das mortes que mesmo hoje chegam de Gaza.

Deus de infinita misericórdia
e bondade,
hoje rezamo-vos
com o coração agradecido
nesta terra que outrora
foi pisada por São Paulo.

Às nações ele proclamou a verdade,
de que Deus vive em Cristo,
fazendo o mundo reconciliar-se
com Ele (cf. 2 Cor 5, 19).

Que a vossa voz ressoe no coração
de todos os homens e mulheres,
enquanto os convidais a seguir
o caminho da reconciliação
e da paz
e a ser misericordiosos
como Vós sois misericordioso.

Senhor, Vós dirigis palavras de paz
ao vosso povo
e a todos os que se convertem
a Vós no seu coração (cf. Sl 85, 9).
Rezamo-vos pelos povos
do Médio Oriente.

Ajudai-os a derrubar os muros
da hostilidade e da divisão
e a edificar juntos um mundo
de justiça e de solidariedade.

Senhor, Vós criais novos céus
e uma nova terra (cf. Is 65, 17).
A Vós confiamos os jovens
destas regiões.

Nos seus corações eles aspiram
a um futuro mais luminoso;
revigorai a sua determinação
em ser homens
e mulheres pacificadores
e arautos da nova esperança
para os seus povos.

Pai, Vós fazeis a justiça germinar
na terra (cf. Is 45, 8).
Rezamos pelos líderes civis
desta região
para que possam procurar
satisfazer as justas aspirações
dos seus povos
e educar os jovens pelos caminhos
da justiça e da paz.

Inspirai-os a trabalhar
com generosidade
pelo bem comum,
a respeitar a dignidade inalienável
de cada pessoa
e os direitos fundamentais
que encontram a sua origem
na imagem e semelhança
do Criador,
impressa em todos
e em cada ser humano.
Rezamos de maneira especial
pelos responsáveis
desta nobre terra da Síria.

Concedei-lhes sabedoria,
clarividência e perseverança;
que eles nunca cedam ao desânimo
na sua tarefa comprometedora
de construir uma paz duradoura
a que os seus povos aspiram.

Pai celestial,
neste lugar que testemunhou
a conversão do Apóstolo Paulo,
rezamos por todos
os que acreditam
no Evangelho de Jesus Cristo.
Orientai os seus passos
na verdade e no amor.

Que eles sejam um só,
como Vós sois um,
com o Filho e o Espírito Santo.
Oxalá eles dêem testemunho
da paz que ultrapassa toda
a compreensão (cf. Fl 4, 7),
e da luz que triunfa sobre
a escuridão da hostilidade,
do pecado e da morte.

Senhor do céu e da terra,
Criador da única família humana,
rezamos pelos seguidores
de todas as religiões.

Que eles procurem a vossa vontade,
na oração e na pureza do coração;
oxalá eles vos adorem
e louvem o vosso santo nome.

Orientai-os a fim de que encontrem
em Vós a fortaleza para ultrapassar
o medo e a desconfiança,
cresçam na amizade
e vivam juntos em harmonia.

Pai misericordioso,
que todos os crentes encontrem
a coragem de perdoar
uns aos outros,
de tal forma que as feridas
do passado possam ser curadas,
e não constituam um pretexto para
ulteriores sofrimentos no presente.

Que isto se verifique
sobretudo na Terra Santa,
nesta Terra que Vós abençoastes
com tantos sinais
da vossa Providência,
e onde vos revelastes
como Deus de Amor.

À Mãe de Jesus,
a Santíssima Virgem Maria,
confiamos os homens
e as mulheres
que vivem na Terra
em que outrora
o próprio Jesus viveu.

Seguindo o seu exemplo, que eles
escutem a palavra de Deus,
se respeitem e tenham compaixão
uns dos outros,
especialmente daqueles
que são diferentes.

Que eles se inspirem na unidade
do coração e da mente,
enquanto trabalham por um mundo
que seja verdadeira casa para todos
os seus povos!

Salam! Salam! Salam!

Amen!

Concluindo, desejo dirigir uma palavra de apreço às Forças Internacionais, aqui estacionadas. A vossa presença constitui um sinal da determinação com que a comunidade internacional quer contribuir para o advento do dia da harmonia entre os povos, as culturas e as religiões desta região. Deus Omnipotente vos proteja e sustente todos os vossos esforços!

 

© Copyright 2001 - Libreria Editrice Vaticana

top