The Holy See
back up
Search
riga

MENSAGEM DO SANTO PADRE 
AOS PARTICIPANTES NA 
X ASSEMBLEIA DA UCESM  
(UNIÃO DAS CONFERÊNCIAS 
EUROPEIAS DE SUPERIORES MAIORES)

   

 


Venerado Padre Jesus Maria Lecea Sch. P. Presidente da UCESM

Passaram-se vinte anos da criação da União das Conferências dos Superiores Maiores Europeus. Esta União tem como finalidade a cooperação e auxílio mútuo entre os Superiores e as Superioras Maiores nos países europeus e dar impulso à colaboração com as Conferências Episcopais da Europa, de modo a que no âmbito social de cada um se transmita  o  testemunho  da  vida  da Ordem.

Caros Irmãos e Irmãs, na celebração do XX aniversário da vossa União, quero dirigir-vos os meus melhores votos de parabéns. Por vosso intermédio dirijo também saudações amigas aos membros das vossas comunidades, que representais em toda a Europa. Dou graças a Deus Uno e Trino por todo o bem realizado através da generosidade da vossa doação e do testemunho da vossa vida consagrada pela Sua Igreja e pelo advento do Seu Reino:  "Não cesso de dar graças a Deus por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações... a fim de saberdes que esperança constitui o Seu chamamento, que  tesouros  de  glória encerra a Sua herança entre os santos" (Ef 1, 16-18).

2. O tema do vosso encontro remonta às origens. Pergunta-se que perspectivas têm os religiosos na Europa, no início do terceiro milénio. Por um lado, é a exigência de vos empenhardes nos conselhos evangélicos de pobreza, obediência e castidade, por outro, com o vosso estilo de vida, deparais no velho continente com os contemporâneos que não mais ou ainda não compreendem o Evangelho de maneira profunda. O Evangelho e o mundo:  a vossa existência é tensa entre estes dois polos. Como diminuir esta tensão?

3. "Deus é amor", escreve o Apóstolo João (1 Jo 4, 8):  amor que chama e amor que envia. Daquela "fonte de amor", que é Deus Pai, deriva a missão do Filho e do Espírito Santo. É o amor divino que através da história chama homens e mulheres a unir-se a Si de maneira particular. É este mesmo amor divino que envia homens a anunciar o Evangelho. Como é encorajador a este propósito dirigir o olhar para os religiosos, que no decurso dos séculos se ergueram no horizonte da Europa e até aos dias de hoje nos circundam como "uma nuvem de testemunhas" (Heb, 12, 1), a fim de que Cristo possa abrir caminhos neste continente!

4. Todavia, não há nenhuma receita infalível para reevangelizar a Europa. É precisamente o amor que os homens e as mulheres de vida consagrada devem aos seus contemporâneos. O mistério de toda a evangelização consiste na descoberta de que o amor para com Deus se deve transformar em serviço ao próximo. Por isso, o testemunho vivido com um amor puro e autêntico é a melhor carta de recomendação que os religiosos podem apresentar. Às vezes é lida e observada por aqueles para quem Cristo é um estranho ou que se afastaram da sua Igreja.

Por isso, espero que a vida consagrada vos una mais estreitamente a Deus e vos torne mais próximos das pessoas, contribuindo desse modo para a renovação da Igreja:  "De facto, a missão renova a Igreja, revigora a sua fé e identidade, dá-lhe novo entusiasmo e novas motivações. É dando a fé que ela se fortalece!" (Redemptoris missio, 2). Se estiverdes atentos a um testemunho de vida credível, então, sem dúvida, contribuireis para o rejuvenescimento e o aformoseamento da Igreja como Esposa de Cristo. Ao mesmo tempo, experimentareis alegremente que não sois somente administradores de uma rica herança, mas também precursores do futuro que o Senhor deseja preparar para o terceiro milénio da Igreja e das vossas comunidades.

5. Não quero terminar as minhas reflexões sem mencionar um problema que preocupa muitos de vós. A falta de vocações e o envelhecimento de muitas comunidades podem alimentar a tentação de desencorajamento ou de vos fechardes dentro dos vossos quatro muros. Fechar os olhos perante as coisas não é, certamente, um caminho a percorrer. Além disso, a confiança em Deus ensina-nos que a realidade autêntica supera em muito os números e as estatísticas. Espero que vós, com as vossas comunidades, descubrais sempre mais espaços em que se pedem e se oferecem a cooperação e a permuta recíproca. Quando fordes surpreendidos por pensamentos negativos, lembrai-vos das palavras encorajadoras que Jesus dirigiu uma vez aos seus discípulos hesitantes:  "Não temas, pequenino rebanho, porque aprouve ao vosso Pai dar-vos o seu Reino" (Lc 12, 32).
Por intercessão da Mãe de Deus, rezo a Jesus, cabeça da Igreja, que fortaleça os vossos bons esforços e que realize as vossas esperanças. Que leve a bom termo nas vossas famílias religiosas a obra da graça, que Ele iniciou na criação de cada um, de maneira que os Institutos de Vida Consagrada se tornem sempre aquilo que são:  instrumentos ao serviço da nova evangelização da Europa! Com estes votos concedo-vos do coração a Bênção Apostólica.

 

Vaticano, 17 de Novembro de 2001.

   

top