The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO ÀS PARTICIPANTES NO
XLV CAPÍTULO GERAL DAS
 IRMÃS DE SÃO PAULO DE CHARTRES

Sábado, 15 de Setembro de 2001

 

 


Sinto-me feliz por vos receber e vos dar as cordiais boas-vindas. Por ocasião do vosso XLV Capítulo Geral, quando vos preparais para eleger um novo conselho geral, desejastes encontrar-vos com o Sucessor de Pedro, manifestando assim a vossa filial afeição à sua pessoa e o vosso profundo sentido de Igreja. Garantindo a cada uma de vós a minha proximidade espiritual durante os vossos trabalhos, invoco de bom grado o Espírito Santo, para que vos conceda imitar o impulso do Apóstolo Paulo, vosso santo padroeiro, para participar nesta nova criatividade da caridade que invoquei de coração no início deste novo milénio. Oxalá a contemplação do rosto de Cristo, fonte de qualquer fecundidade apostólica, estimule a fidelidade ao vosso carisma fundador e sirva de estímulo ao vosso empenho missionário, sobretudo para com os mais necessitados!

Desde os tempos da vossa fundação em 1696, por obra do abade Louis Chauvet, quisestes sempre conservar esta fidelidade ao vosso carisma, dedicando-vos de maneira particular ao serviço dos jovens e dos mais pobres. O vosso desejo de vos conformar totalmente com o Senhor estimulou-vos a procurar o seu rosto em todos aqueles com os quais Ele se quis identificar. Ainda hoje, nos cinco continentes, a vossa presença no âmbito da educação, da saúde e entre os marginalizados continua a ser um sinal da "loucura" do amor de Cristo por todos os homens e um apelo corajoso a trabalhar pelo advento do Reino de Deus.

A juventude de hoje vive, em todos os continentes, situações difíceis, relacionadas com o materialismo, as mudanças culturais, as divisões familiares, a violência em todas as suas formas, a ausência de pontos de referência morais e espirituais. Nas vossas missões educativas, juntamente com os leigos que colaboram nas vossas obras, é importante que ofereçais uma formação científica, humana, moral e religiosa de qualidade, dando assim aos jovens a possibilidade de edificar e de estruturar a sua personalidade, e de superar as dificuldades que encontram, permitindo que eles concebam um futuro mais sereno. Não receeis propor o caminho da fé e transmitir com alegria a chamada do Senhor ao sacerdócio ou à vida consagrada. Ao mesmo tempo, é importante que os adultos lhes façam descobrir a beleza da vocação específica constituída pelo matrimónio cristão. Os jovens esperam que os adultos lhes mostrem os caminhos da santidade.

Enquanto o vosso Capítulo geral vos dá a oportunidade de encontrar um novo estímulo para partir de novo na esperança, encorajo-vos a radicar a vossa consagração em Cristo, o consagrado do Pai, do qual estais convidadas a manifestar a presença amorosa e salvífica, mostrando com toda a vossa vida a felicidade que está relacionada com a dedicação total à sequella Christi. No mistério da sua morte e ressurreição, Ele revelou a toda a humanidade a verdade acerca de Deus e do homem, convidando todos os crentes a aderir a esta dinâmica pascal para levar o Evangelho ao mundo. Atentas a responder com confiança aos novos desafios que devereis enfrentar, confortadas pela oração das Irmãs idosas, aprendei a passar todos os dias com Cristo da morte para a vida!

Deixai-vos renovar por Ele, "para construir com o seu Espírito comunidades fraternas, para com Ele lavar os pés aos pobres e dar a vossa insubstituível contribuição para a transformação do mundo" (Vita consecrata, 110)!

Confiando-vos à intercessão da Bem-Aventurada Virgem das Dores, que a Igreja convida a festejar hoje, concedo-vos uma particular Bênção apostólica que faço extensiva a todas as Irmãs da vossa Congregação, aos leigos que trabalham convosco e a todas as pessoas que beneficiam do vosso apostolado.

 

 

 

top