The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO SANTO PADRE JOÃO PAULO II
AOS PARTICIPANTES NO
CONGRESSO  INTERNACIONAL PROMOVIDO
PELAS SOCIEDADES BÍBLICAS

22 de Abril de 2002

 
Queridos amigos em Cristo!

Na paz da Páscoa, sinto-me feliz por vos dar as boas-vindas a vós, que "fostes regenerados... pela palavra de Deus viva e eterna" (1 Pd 1, 23). As Sociedades Bíblicas têm como finalidade apresentar as riquezas inexauríveis das Sagradas Escrituras aos que as escutam. Este é um nobre serviço cristão pelo qual dou graças a Deus.

Desde há muitos anos, as vossas Sociedades empenham-se em traduzir e distribuir o texto das Escrituras, uma parte fundamental do anúncio de Cristo ao mundo. Não se trata de pronunciar simples palavras:  é a Palavra do próprio Deus! É Jesus Cristo, prometido no Antigo Testamento, proclamado no Novo, que devemos apresentar ao mundo que tem fome dele, muitas vezes sem o saber. São Jerónimo declarou que quem "não conhece as Escrituras não conhece Cristo" (Comentário sobre Isaías, Prólogo). Por conseguinte, a vossa obra é sobretudo um serviço a Cristo.

A urgência desta tarefa exige que nos empenhemos na causa da unidade cristã, porque a divisão entre os discípulos de Cristo impediu sem dúvida a nossa missão. Por conseguinte, o vosso encontro reúne membros de diferentes Igrejas e comunidades eclesiais, unidas no amor pela Bíblia e no desejo de que "a escuta da Palavra se torne um encontro vital... que deixa entrever no texto bíblico a palavra viva que interpela, orienta e plasma a existência" (Novo millennio ineunte, 39). Independentemente das diferenças que existem entre nós, a promoção da Bíblia é um aspecto sobre o qual os cristãos podem agir em estreito contacto, para glória de Deus e para o bem da família humana.

O Grande Jubileu do Ano 2000 ofereceu a todos os cristãos uma ocasião maravilhosa para rejubilar de novo com a celebração da Encarnação de Jesus Cristo, não como um acontecimento passado, mas como um mistério permanente. Faço fervorosos votos para que este ímpeto continue a suscitar nos cristãos um amor e um conhecimento da Bíblia Sagrada ainda mais profundos, encorajando desta forma a obra das Sociedades Bíblicas. Ao rezar para que o próprio Cristo "toque nos teus ouvidos para que recebas a Sua Palavra, nos teus lábios, para que proclames a Sua fé, para louvor e glória de Deus Pai" (Rito do Baptismo), invoco de coração sobre vós as abundantes bênçãos de Deus Omnipotente, cujas palavras são eternas.

 

 

top