The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO SANTO PADRE JOÃO PAULO II
POR OCASIÃO DA PUBLICAÇÃO DO
PRIMEIRO VOLUME
DA ENCICLOPÉDIA CATÓLICA RUSSA

Terça-feira, 23 de Abril de 2002

 
Venerados Irmãos no Episcopado
Estimados Académicos e Professores
Caríssimos Irmãos e Irmãs

1. Para mim é um motivo de alegria espiritual receber-vos hoje nesta Audiência especial. Viestes para apresentar ao Papa o primeiro volume da grande Enciclopédia Católica Russa, fruto dos vossos esforços e do vosso amor à Igreja. Obrigado do íntimo do coração!

Saúdo com afecto fraterno o querido D. Tadeusz Kondrusiewicz, Arcebispo Metropolitano da Arquidiocese da Mãe de Deus, em Moscovo, e estou feliz pela iniciativa que ele tomou e apoiou, de oferecer ao povo russo este significativo dom que passa em revista a tradição, a vida e a doutrina da Igreja católica. Enquanto me dirijo a ele, desejo fazer chegar o meu afectuoso pensamento também aos Pastores e aos fiéis católicos da Federação Russa.

Além disso, transmito um agradecimento ao qualificado grupo de estudiosos, académicos, redactores e colaboradores que, sob a coordenação do Pe. Gregório Ciorok e com louvável competência, deram início a este benemérito empreendimento.

O meu sentimento faz-se extensivo a quantos, com generosidade clarividente, defenderam a realização prática desta obra. O Senhor vos recompense abundantemente a todos!

2. Caríssimos, é-me grato saber que, apesar das dificuldades, chegastes felizmente ao termo desta primeira etapa do vosso programa.

A Enciclopédia que preparastes constitui uma importante contribuição que os católicos desejam oferecer a todas as pessoas de língua russa, que querem aprofundar os tesouros que Deus concedeu aos homens, através da sua Igreja. Com esta obra, a comunidade católica presente no solo russo desde há vários séculos, deseja confirmar a sua vontade de acompanhar a grande cultura russa, para estabelecer com ela um diálogo profícuo e profundo, em total vantagem do povo que a exprime.

Formulo  votos  a  fim  de  que  estes vossos  esforços  contribuam  para  o aprofundamento do conhecimento e da estima recíprocos entre todos aqueles que vivem o Evangelho de Jesus Cristo na vossa amada Pátria. Efectivamente, as fontes conjuntas da fé e as respectivas e legítimas Tradições oferecem um testemunho do mandato do Senhor Jesus, que consiste em transmitir o Evangelho  a  todos  os  recantos  da terra (cf. Mt 28, 19-20).

Com estes sentimentos, enquanto invoco a intercessão de Maria, Mãe da Igreja, e a dos Santos Cirilo e Metódio sobre  todo  o  querido  povo  russo, concedo-vos  a vós e às  vossas comunidades a minha cordial bênção apostólica, propiciadora de abundantes frutos espirituais.

 

 

 

top