The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSODO SANTO PADRE JOÃO PAULO II
 AOS GRUPOS DE PEREGRINOS DE
VÁRIAS REGIÕES ITALIANAS

25 de Abril de 2002

 
Caríssimos Irmãos e Irmãs

1. Acolho-vos com grande alegria e dirijo a cada um de vós a minha cordial e grata saudação de boas-vindas! Viestes de varias regiões italianas em peregrinação a Roma, onde São Pedro e São Paulo deram um corajoso testemunho de Cristo, com o martírio. Possa esta vossa passagem junto dos túmulos dos Príncipes dos Apóstolos reforçar-vos na fidelidade ao Evangelho e ao ensinamento da Igreja; leve-vos, também, a prosseguir com entusiasmo espiritual renovado no caminho para a santidade, meta de todos os baptizados.

2. O meu afectuoso pensamento vai, antes de mais, para vós, caríssimos e numerosos assistentes das dioceses de Nápoles. Saúdo, de modo especial, o vosso Arcebispo, o Cardeal Michele Giordano, a quem agradeço as palavras que me dirigiu. Com ele, saúdo também os Bispos auxiliares que vos acompanham. Estou contente por este encontro, que me oferece a oportunidade de manifestar um vivo apreço pelo importante serviço litúrgico que tendes desenvolvido nas respectivas comunidades paroquiais.

O vosso é um serviço especial, que vos proporciona a possibilidade de experimentar de mais perto a presença e a obra eficaz de Cristo em cada acto litúrgico e, em particular, na celebração eucarística. A Eucaristia é uma admirável fonte onde deveis acorrer constantemente, dela tirando a coragem e a força para viver como cristãos autênticos e testemunhar por toda a parte o amor universal de Deus por toda a criatura. É Cristo eucarístico que alimenta e fortifica os crentes e os torna capazes de aderir generosamente à vontade do Pai celeste. Esta participação assídua no sacramento do Altar tornar-vos-á dóceis ao Espírito Santo e capazes de corresponder com alegre disponibilidade aos impulsos da graça.

Exercendo o vosso serviço litúrgico, sois colaboradores do sacerdote, mas acima de tudo sois servidores de Jesus. Convido-vos, portanto, a cultivar uma íntima amizade com Ele, reconhecendo n'Ele um verdadeiro amigo, sempre ao vosso lado, nos momentos belos como nos difíceis. Não esqueçais! Ele tem necessidade de adolescentes e jovens que, para lá do serviço do altar, se tornem ministros do altar, pondo-se à sua total disposição  para  anunciar  o  Evangelho e  dispensar  a  graça  divina ao mundo inteiro.

Peço ao Senhor que, também neste encontro, ajude cada um de vós a descobrir a própria vocação e a segui-la fielmente, seja para o sacerdócio seja para a vida consagrada. O Senhor continua ainda hoje a chamar homens e mulheres a segui-lo de mais perto. Rezai também vós, para que a sua voz encontre corações abertos e generosos.

3. Saúdo, depois, os representantes da Obra salesiana de Génova Sampierdarena, vindos aqui na ocasião do 130º aniversário da fundação do seu Centro pastoral. Caríssimos, esta vossa peregrinação a Roma é, num certo sentido, um acto de gratidão ao vosso fundador, São João Bosco. Foi ele mesmo que, pessoalmente, deu início à vossa bela instituição e a considerou como uma "segunda Valdocco", como que a significar a grande importância para toda a família salesiana.

Do Centro de Sampierdarena partiam os primeiros missionários e com eles as Filhas de Maria Auxiliadora, directamente para a América. Deixavam o porto, dirigindo um último olhar para o campanário que domina as estruturas do Instituto genovês.

Considerai, caríssimos, o ardor apostólico destes intrépidos evangelizadores e fazei de modo a que o Instituto de Sampierdarena continue a ser uma janela escancarada sobre o mundo. Em particular, empenhai-vos numa nova "sementeira do Evangelho", descobrindo a urgência do mandato missionário. O dom da fé é uma preciosa herança a conservar e a transmitir. É um dom precioso da graça, que permite olhar com confiança e esperanpa para o futuro, mesmo no meio de dificuldades e problemas.

4. Uma cordial saudação, enfim, à Comunidade juvenil "Gli allunni del cielo" (os alunos do céu) de Turim, que há tantos anos estão empenhados em testemunhar o Evangelho da vida com a linguagem universal do canto e da música. Caros jovens, desejo que volteis às vossas casas fortalecidos por esta experiência espiritual e revigorados no desejo de falar ao coração de cada homem com a força do amor cristão. Comunicai a quantos encontrardes uma mensagem de esperança, propondo sempre a autêntica visão evangélica da realidade.

Invoco sobre vós e sobre todos os presentes a protecção maternal de Maria, Mãe de Jesus e nossa Mãe, assim como  a  do  evangelista  São  Marcos, cuja festa  hoje  celebramos.  Asseguro-vos  a minha  oração  e  abençoo- vos do coração.

 

 

top