The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO  PAPA JOÃO PAULO II
A UM GRUPO DE PEREGRINOS E FIÉIS
ITALIANOS DE VARESE

31 de Agosto de 2002



1. É com alegria e afecto que vos dou as boas-vindas, queridos amigos de Varese, que comemorais o centenário do Oratório de São Vítor e da Associação Desportiva "Robur et Fides". Saúdo D. Marco Ferrari, a quem agradeço as amáveis palavras e, juntamente com ele, também D. Pasquale Macchi e D. Giovanni Giudici. Saúdo inclusivamente o vosso Pároco e os outros Presbíteros, assim como o Presidente da Câmara Municipal da Cidade e as Autoridades civis que, com a sua presença, dão testemunho de quanto o Oratório está a peito da comunidade de Varese.

Em particular, é-me grato acolher a nova geração:  os adolescentes e os jovens. Caríssimos, sede bem-vindos! E obrigado também aos Coros pelos lindos cânticos!

2. É digno de observação o facto de que uma peregrinação tão significativa foi promovida para o centenário de um Oratório juvenil! Isto explica não apenas quanto a vossa comunidade está ligada a esta instituição mas, mais ainda, como é elevada a consideração que lhe reservais. Alegro-me convosco, porque realizais um projecto educativo que, no Oratório, encontra o seu centro vivo, o "laboratório" de uma fé que deseja abarcar todos os aspectos da vida e do sentimento dos jovens:  uma fé repleta de vida, para uma vida cheia de fé!

A pastoral juvenil, juntamente com a pastoral familiar, constitui uma prioridade da Igreja que está na Itália. E precisamente o Oratório é o lugar em que estas duas solicitudes pastorais convergem de maneira natural:  lugar de educação e de co-educação, que acompanha de maneira muito oportuna a obra educativa dos pais. Com efeito, os jovens têm necessidade de um ambiente onde desenvolver, com outras figuras e dinâmicas, os valores recebidos no seio da família. Para esta finalidade, também a actividade desportiva contribui de maneira eficaz. Efectivamente, se for bem organizada, ela ajudará os jovens a serem generosos e solidários. Possa a vossa "Robur et Fides" distinguir-se sempre por uma generosa abertura à solidariedade.

3. Além disso, o Oratório constitui uma escola de serviço, onde se aprende a trabalhar com generosidade pela comunidade, pelas crianças e pelos pobres. E precisamente o serviço, animado pela oração, é o caminho privilegiado para o nascimento e o crescimento de vocações autênticas para o sacerdócio, a vida consagrada e missionária, assim como de vigorosas vocações laicais, conjugais e não conjugais, orientadas para a dedicação pessoal no serviço ao próximo. Conservai sempre vivo este espírito no vosso Oratório e na vossa Sociedade desportiva. Caminhai constantemente unidos, para serdes "sal da terra e luz do mundo" (Mt 5, 13-14).

Confio-vos a Maria Santíssima e, do íntimo do coração, abençoo-vos a todos, juntamente com os vossos entes queridos e as vossas actividades.

 



top