The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO SANTO PADRE  JOÃO PAULO II
NO FINAL DA ORAÇÃO MARIANA COM OS
ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS DA EUROPA

Sábado, 2 de março de 2002 

 

Caríssimos jovens universitários!

1. Saúdo-vos com muita alegria, no final deste encontro de reflexão e de oração mariana, no primeiro sábado do mês de Março. Ao agradecer-vos a vós, que vos reunistes em grande número na Sala Paulo VI, o meu pensamento dirige-se com afecto para todos os que se uniram a nós, de algumas cidades da Europa, graças à rádio e à televisão. Sobretudo, saúdo os universitários de Atenas, Moscovo, Estrasburgo, Budapeste, Valência e Viena. Dirijo um caloroso obrigado aos coros e à orquestra pelo seu contributo, assim como à Rádio Vaticana e ao Centro Televisivo, que cooperaram na realização deste importante e significativo acontecimento.

2. Queridos jovens universitários que, de Atenas e de Estrasburgo, rezastes o rosário connosco, saúdo-vos calorosamente. Pedi a Maria que vos ajude a compreender profundamente o mistério do seu Filho, para que Ele seja a vossa alegria e força. Recordai-vos de que, seguindo o seu exemplo, vencereis todas as dificuldades e encontrareis a verdadeira felicidade! Marco encontro convosco em Toronto.

3. Dirijo-vos uma afectuosa saudação a vós, queridos estudantes da universidade de Budapeste e de Viena. Este momento de oração comum faz com que compreendamos jubilosamente que a nossa fé ultrapassa as fronteiras e une os povos. Deixemo-nos guiar por Maria, Mãe de Jesus e Mãe da Igreja, no caminho da autêntica vida cristã! Desta forma, poderemos ser testemunhas de Deus, o Pai de todos os homens. Sinto-me feliz por me poder encontrar com muitos de vós em Toronto por ocasião do Dia Mundial da Juventude.

4. Saúdo com afecto os estudantes universitários reunidos na Catedral da Imaculada Conceição em Moscovo. Caríssimos, agradeço-vos a vossa participação neste momento de oração, em nome da Virgem Maria. Permaneçamos sempre unidos na fé e no serviço ao Evangelho. O Senhor vos abençoe!

5. Ao saudar-vos a vós, queridos universitários valencianos, tenho presente todos os professores, alunos e alunas das distintas universidades da Espanha, sobretudo os que, dia a dia, vão concretizando,  em  colaboração  com  os Delegados  e  Capelães  universitários,  a sua identidade  de  cristãos  nos  nobres âmbitos  da  Pastoral  Universitária. Oxalá a oração desta tarde, à volta da Mãe do Senhor,  vos  ajude  a  prosseguir a vossa tarefa  evangelizadora,  fazendo  brilhar através  das  vossas  vidas,  a  luz Pascal que  é  Cristo.  Espero  por  vós em Toronto!

6. É motivo de uma esperança confortadora o vínculo de uma fé comum, que une jovens de várias nações da Europa, que pertencem a várias tradições culturais. Foi sempre assim na história da evangelização do "velho" continente:  o Evangelho e as culturas caminharam juntos. Este é, também hoje, o empenho da Igreja. Peço-vos a vós, queridos jovens, que promovais nas Universidades o diálogo entre a fé e a cultura, para que o fermento evangélico estimule e apoie a qualidade espiritual e moral da investigação e do estudo universitários.

O ponto comum de partida para esta estimulante missão é o Baptismo, do qual  é  sempre  necessário partir,  porque é a fonte da vida cristã. A Quaresma, que estamos a viver, constitui o tempo litúrgico mais propício para tomar renovada consciência da nossa identidade baptismal. Através do Baptismo fomos unidos à morte e ressurreição de Cristo; graças ao Baptismo, o Espírito Santo tornou-nos testemunhas do amor de Deus, artífices de comunhão, de fraternidade e de paz. A vida nova, que surge da fonte baptismal, por sua vez, regenera constantemente as mentalidades e as escolhas, as relações interpessoais e sociais, assim como as culturas dos povos.

7. Só homens e mulheres novos podem renovar a história. Eis o grande desafio que se apresenta de modo particular a vós, queridos jovens europeus. O próximo encontro mundial de Toronto, no qual espero que sejais numerosos, ajudar-vos-á a compreender ainda mais esta urgência apostólica:  ser, no início do terceiro milénio, "sal da terra e luz do mundo" (Mt 5, 13). Marco encontro com os jovens de Roma para o próximo dia 21 de Março, quinta-feira, na Praça de São Pedro, para o tradicional momento de festa e de oração como preparação para o Dia Mundial da Juventude.

Caríssimos jovens, esta tarde é a Virgem Santa que nos reúne de todos os recantos da Europa. Façamos convergir os nossos olhares para a imagem de Nossa Senhora de Loreto, Virgem do silêncio e da escuta, Mãe do Filho de Deus feito homem. Olhemos sempre para ela, pedindo-lhe a mesma disponibilidade para a graça divina. E assim também em cada um de vós o Omnipotente fará maravilhas.

Com estes votos abraço-vos a todos, a vós que estais perto e aos que estão longe mas todos próximos de mim! enquanto com afecto vos abençoo a vós, às vossas famílias, às vossas Universidade e aos jovens de todo o mundo.

 

 

top