The Holy See
back up
Search
riga

 

MENSAGEM DO PAPA JOÃO PAULO II
 AOS PARTICIPANTES NO "ACAMPAMENTO
NACIONAL ITALIANO" DA AGESCI

 

 


Caríssimos Escuteiros e Guias da AGESCI

1. Ainda está viva em mim a recordação da visita que tive a alegria de realizar aos Planaltos de Pezza, nos Abruzos, no Verão de 1986, aos participantes na vossa "Route" Nacional. No corrente ano, quisestes propor uma nova e grande experiência comunitária, o Acampamento Nacional, que terá lugar contemporaneamente em quatro localidades, nas Províncias de Avelino, Cálari, Perúsia e Turim. Desta vez, infelizmente, não posso aceitar o vosso amabilíssimo convite para ir visitar-vos. Não obstante, desejo assegurar-vos que me recordo de vós com afecto e que estou próximo de vós através da oração, a fim de que cada um de vós, jovem ou adulto, possa viver  em  plenitude  os  dias  do  vosso "Acampamento".

Há cerca de três meses, recebi em audiência um numeroso grupo de dirigentes e responsáveis da vossa Associação, a quem confirmei a confiança e a estima da Igreja pelos conteúdos e o método da proposta educativa que a Associação está a desenvolver. Agora, enquanto penso em vós que, reunidos em milhares nos maravilhosos cenários em que plantareis as vossas tendas, gostaria de retomar um dos temas formativos que vos é caro, ou seja, a importância que deve revestir o contínuo aprofundamento da fé, valorizando o amor e o respeito pela natureza:  trata-se de uma tarefa que hoje se impõe a todos com urgência, mas que os escuteiros vivem desde sempre, impelidos não por um vago "ecologismo", mas pelo sentido de responsabilidade que deriva da fé. Com efeito, a salvaguarda da criação constitui um aspecto qualificador do compromisso dos cristãos no mundo.

2. Lá onde tudo fala do Criador e da sua sabedoria, das majestosas montanhas aos encantadores vales floridos, vós aprendeis a contemplar a beleza de Deus enquanto a vossa alma, por assim dizer, "respira" abrindo-se ao louvor, ao silêncio e à contemplação do mistério divino.
O "Acampamento" em que estais a participar, além de ser um período de férias aventurosas, torna-se assim um encontro com Deus, convosco mesmos e com os outros; um encontro favorecido por uma profunda revisão de vida, à luz da Palavra de Deus e dos princípios do vosso compromisso formativo.

Quando Jesus levou consigo Pedro, Tiago e João, para o monte Tabor, certamente teve a possibilidade de admirar com eles o panorama da Galileia, que se pode vislumbrar lá do cume. Obviamente, este não era o seu objectivo primário. Ele queria tornar os seus discípulos partícipes da sua oração e mostrar-lhes o seu rosto glorioso, com vista a prepará-los para suportar a dura prova da Paixão. Com as devidas proporções, não é este porventura o sentido dos "Acampamentos" que a AGESCI propõe aos seus participantes? Trata-se de momentos fortes em que, favorecidos pelo ambiente natural, vós fareis uma significativa experiência de Deus, de Jesus e da comunhão fraternal. Tudo isto vos prepara para a vida, para fundar na fé os vossos projectos mais comprometedores e para ultrapassar as crises com a luz e a força que provêm do Alto.

3. Caríssimos, o caminho do escutismo da AGESCI visa formar a personalidade dos adolescentes, dos jovens e dos adultos, em conformidade com o modelo evangélico. É uma escola de vida, em que se aprende um "estilo" que, se for bem assimilado, se há-de conservar para toda a vida. Este estilo resume-se na palavra "serviço". E se isto é válido para cada um dos jovens que participa na experiência do escutismo, independentemente da sua fé, é ainda mais verdadeiro para vós, que vos definis e desejais ser realmente "católicos". O vosso serviço deverá ser ainda mais generoso e abnegado, segundo o modelo do serviço de Jesus, que afirmou:  "Há mais felicidade  em  dar,  do  que  em  receber!" (Act 20, 35).

Caríssimos Escuteiros e Guias, asseguro-vos a minha presença espiritual, corroborada pela oração, a fim de que Nossa Senhora, Virgem fiel, vos proteja e vos acompanhe.

Com estes pensamentos e sentimentos, é de coração que vos abençoo, a vós, os vossos responsáveis e toda a família da AGESCI.

Castel Gandolfo, 28 de Julho de 2003.

 

 

 

 

top