The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
 AOS MEMBROS DA PRESIDÊNCIA E ASSOCIADOS
DO CÍRCULO DE SÃO PEDRO

28 de Fevereiro de 2003


 

Estimados membros do Círculo de São Pedro!

1. Sinto-me contente por vos acolher também este ano e saúdo-vos com afecto. Dirijo um pensamento especial ao venerando e querido Assistente Espiritual, D. Ettore Cunial, que este ano celebra o quinquagésimo aniversário do seu Episcopado. Saúdo o Presidente Geral, Dr. Marcello Sacchetti, a quem agradeço as amáveis palavras que me dirigiu em nome dos presentes.

A ocasião é-me propícia para agradecer o serviço que prestais com assiduidade e devoção durante as celebrações litúrgicas na Basílica Vaticana e noutras circunstâncias. Alegro-me, ainda, pelo zelo apostólico com que colaborais na obra da nova evangelização nas dioceses de Roma e pelas intervenções de solidariedade em favor das pessoas pobres, doentes e necessitadas, dando assim testemunho do Evangelho da caridade.

2. Há ainda uma missão que cumpris de modo particular, que é o de recolher o Óbolo de São Pedro em Roma. Hoje, segundo a tradição, viestes entregar-mo pessoalmente. Caríssimos, obrigado pela vossa participação na missão do Papa.

Conheceis as crescentes necessidades do apostolado, as carências das Comunidades eclesiais especialmente em terras de missão, os pedidos de ajuda que chegam das populações, indivíduos e famílias que estão em precárias condições. Muitos esperam da Sé Apostólica uma ajuda que, muitas vezes, não conseguem encontrar noutro lugar.

Vistas assim as coisas, o Óbolo constitui uma verdadeira e particular participação na acção evangelizadora, especialmente se se consideram o sentido e a importância de partilhar concretamente as solicitudes da Igreja universal. A este propósito, Roma reveste um carácter peculiar dado que, pela presença do Sucessor de Pedro, é o centro e, de um certo modo, o coração de todo o Povo de Deus.

O Senhor vos agradeça e vos conceda a alegria de o servir fielmente, trabalhando sempre para o crescimento e difusão do seu Reino.

3. Caros Irmãos e Irmãs, para continuar a acreditar nos próprios compromissos, cada cristão deve cultivar cuidadosamente e fazer crescer a própria relação com Cristo. Esforçai-vos também vós, por ser autênticos discípulos de Cristo. Permanecei fiéis ao vosso tríplice compromisso de oração, acção e sacrifício. Oferecei às pessoas que encontrardes, sobretudo às que estão em dificuldades ou marginalizadas, o alimento espiritual da mensagem evangélica juntamente com o auxílio material.
A Virgem Maria, Mãe da Igreja, e os Santos Apóstolos Pedro e Paulo, vos protejam e intercedam por vós. Asseguro-vos uma recordação quotidiana na oração, enquanto de coração vos abençoo, juntamente com as vossas famílias e todos os que vos são queridos.

 

 

 

top