The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
 A UMA DELEGAÇÃO ECUMÉNICA DA FINLÂNDIA
 POR OCASIÃO DA FESTIVIDADE DO PADROEIRO
 SANTO HENRIQUE

20 de Janeiro de 2003

 


Excelência
Queridos Irmãos e Irmãs em Cristo

É com afecto que saúdo os membros da Delegação Ecuménica da Finlândia, que veio a Roma para a celebração do seu Padroeiro, Santo Henrique. É com gratidão que recordo as várias visitas das vossas delegações a Roma, encontros estes que contribuíram de maneira significativa para fortalecer as relações entre os luteranos e os católicos.

Com o Concílio Vaticano II, a Igreja católica comprometeu-se, "de modo irreversível, a percorrer o caminho da busca ecuménica, colocando-se assim à escuta do Espírito do Senhor, que ensina a ler com atenção os "sinais dos tempos"" (Ut unum sint, 3). Trata-se de uma exortação que realcei durante todo o meu Pontificado. Actualmente, estamos a passar por um novo momento ecuménico, em que podemos vislumbrar uma comunhão real, embora ainda seja incompleta. A Declaração Conjunta da Doutrina da Justificação constitui um sinal concreto desta nova situação, como "fraternidade reencontrada" (Ibid., capítulo II, subtítulo dos nn. 41-42).

Tendo esta fraternidade como ponto de  partida,  rezo  ardentemente  a  fim de podermos promover uma espiritualidade  conjunta  que  nos  há-de  ajudar na  nossa  peregrinação  rumo  à  plena comunhão.

Sobre vós e todas as pessoas confiadas  ao  vosso  cuidado  pastoral,  invoco as abundantes bênçãos de Deus Todo-Poderoso.

 

 

 

top