The Holy See
back up
Search
riga

 DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS BISPOS METROPOLITANOS VINDO A ROMA
 PARA A IMPOSIÇÃO DO PÁLIO 

30 de Junho de 2003

 

 
Venerados Arcebispos
Caríssimos Irmãos e Irmãs

1. Após a solene celebração de ontem, durante a qual tive a alegria de impor o Pálio sobre vós, prezados Arcebispos Metropolitanos nomeados durante o último ano, é com profunda alegria que posso encontrar-me de novo convosco, juntamente com os vossos familiares e amigos. A todos renovo a minha cordial saudação, enquanto exprimo um singular agradecimento a quantos vieram de longe. A vossa presença aqui contribui para tornar ainda mais visível o valor peculiar deste acontecimento, que é a entrega do Pálio, expressão de unidade e, ao mesmo tempo de universalidade da Igreja.

2. Saúdo com afecto fraternal os Arcebispos de Génova, Catanzaro-Squillace e Cálari, e quantos quiseram unir-se à sua peregrinação ad Petri sedem. Exorto cada um de vós a ser sempre, na Igreja e na sociedade, testemunha e promotor da comunhão autêntica.

Saúdo cordialmente os peregrinos francófonos, que vieram acompanhar os seus Arcebispos para a recepção do Pálio, em particular os fiéis das Dioceses de Fianarantsoa, em Madagáscar; de Quebeque, no Canadá; de Corfu, na Grécia; assim como os fiéis das Dioceses francesas de Marselha, Clermont, Dijon, Montpellier e Poitiers. Que o sinal imposto sobre os Arcebispos confirme em vós a solicitude pela comunhão com toda a Igreja!

Faço extensivas as minhas boas-vindas aos Arcebispos Metropolitanos de expressão inglesa e aos peregrinos que os acompanham:  de Milwaukee, Gandhinagar, Madurai, Conacri, Kuala Lumpur, Kuching, Iangum e Mandalai. Que esta peregrinação junto do túmulo de São Pedro, em companhia dos vossos Arcebispos, fortaleça o vosso amor pela Igreja e confirme todas as vossas Igrejas locais na comunhão com o Sucessor de Pedro. Sobre todos e cada um de vós, invoco a graça e a paz de nosso Senhor Jesus Cristo.

Dirijo as minhas saudações de boas-vindas aos novos Arcebispos Metropolitanos, provenientes da Alemanha e da Áustria que, em conjunto com um grupo de fiéis das suas Arquidioceses de Salisburgo, Bamberga e Hamburgo, fizeram esta peregrinação a Roma. Transmito-vos os meus cordiais votos de bênção e a minha oração. O bom Deus vos proteja por intercessão de Maria, Mãe da Igreja, e também dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo.

Saúdo agora, com muito afecto, os Arcebispos de São José da Costa Rica, de Cali e Ibagué, na Colômbia; de Valhadolid, Toledo e Granada, na Espanha; de Monte Rei e Durango, no México; de Santa Fé da Vera Cruz, Baía Branca e Paraná, na Argentina; de Quito e Guayaquil, no Equador, acompanhados de sacerdotes, fiéis e familiares. A vossa presença aqui reflecte a universalidade da Igreja. Revestidos do Pálio, que simboliza o estreito vínculo que os une à Sé de Pedro, promovei o espírito de comunhão das vossas Igrejas particulares, anunciando e dando testemunho de Jesus Cristo ressuscitado, mediante uma acção eclesial que infunda esperança e anime a caridade.

Saúdo também com afecto os novos Arcebispos do Brasil e de Moçambique, respectivamente das Arquidioceses de Maceió, Maringá e Maputo. Possa o Pálio-ornamento, expressão do vínculo particular que vos une a esta Sé Apostólica, reforçar a unidade e comunhão com ela e estimular uma generosa dedicação pastoral para o crescimento da Igreja e a salvação das almas.

Dirijo uma cordial saudação ao Arcebispo de Esztergom-Budapeste, Primaz da Hungria. Como sinal da união com a Sé de Pedro, o Pálio o ajude a cumprir o seu novo trabalho apostólico.

É-me grato receber os peregrinos do Cazaquistão, em especial de Astana, para acompanhar o seu novo Arcebispo Metropolitano. Levai à vossa Pátria a saudação e bênção do Bispo de Roma.

3. Caríssimos Arcebispos Metropolitanos, citando as vossas Sedes, tocámos numerosas e diversas regiões do mundo. É o mundo que Deus amou de tal modo, que lhe deu o seu Filho para o salvar.

Em virtude deste mesmo amor, ao mundo é dada também a Igreja, cujos Pastores sois vós.

Munidos do Pálio, sinal de comunhão com a Sé Apostólica, parti! Duc in altum! Os Santos Apóstolos Pedro e Paulo velem sempre sobre o vosso ministério, e vos proteja Maria Santíssima, Rainha dos Apóstolos. Por minha vez, asseguro-vos a lembrança na oração e, de coração, abençoo-vos juntamente com todos os presentes e as comunidades que vos foram confiadas.

 

 

 

 

top